Zoológico de São Paulo

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? Domingo de feriado. Sem saber o que fazer. Que tal ser turista em minha cidade? Peguei o Metrô e fui descer no Zoológico de São Paulo. E foi a primeira vez em minha vida adulta que estive lá.

bilheteria zologico jabaquara

Bilheteria no Jabaquara. tem van, caixa 24h e está logo na saída do Metrô. Facilite sua vida.

Domingo de sol. O sol não quis sair antes da tarde. Coisa de domingo. Ninguém quer acordar cedo. Nem o sol. Então as nuvens dançaram folgadas pelo céu, rolando folgadas de um canto ao outro, escondendo o azulão lá de cima.

crocodilo-zoologico

Enormes e cascudos crocodilos tomando banho de sol costumam ficar imóveis por um longo tempo. A velha desconfiada passa pelo fosso e se indigna: “- É empalhado, é empalhado!!”

Saí de casa assim mesmo, esperando pelo pior, imaginando que a previsão do tempo teria errado e que o sol prometido para o dia não daria o ar de sua graça. E domingo sem sol é namoro sem beijo. Mas isso nunca me intimidou e não seria desta vez. Câmera na mão, baterias carregadas, lentes prontas, filtros de lente na mochila e vamos ao Metrô rumo ao Zoológico de São Paulo!

van-zoologico

Ao ver essa van empoeirada, imaginei que passaria por uma estrada de terra. Acho que é para dar um pouco de emoção.

Esticar até o terminal Jabaquara, última estação da linha azul e também terminal de ônibus municipal e de algumas linhas intermunicipais.

tartarugas-zoologico

Horário de pico no galho. Tartarugas tomando banho de sol.

No site do Zoológico eles dizem que uma van sai do Terminal Jabaquara. E este é o único transporte para lá. Inclusive, se você perguntar às mulheres da bilheteria, elas te dirão que não há outro transporte. Incorreto. A Ponte Orca leva você do terminal de ônibus da estação Jabaquara até o Zoológico, mas na rua ao lado passa um ônibus, na Miguel Stéfano passam várias linhas para as estações Jabaquara e Saúde, há linhas para o centro de São Paulo e intermunicipais para Diadema e São Bernardo do Campo.

portao-principal-zoologico

Portão principal do Zoológico de São Paulo.

Cheguei e me deparei com uma fila que no começo assusta. Era a fila das vans. Nada de tão terrível. Domingo, todo mundo quer passear com a família. O visitante chega de Metrô, pega uma van, desce na porta do Zoológico, passeia, come e se diverte com a família e depois volta para o Metrô com a mesma van. Rápido e fácil. O mesmo lugar em que você compra a passagem de ida e volta para a van te vende o ingresso do Zoológico. Mas se entendi bem, eles não aceitam cartões. Tive que pagar em dinheiro. Vá preparado.

entrada-zoologico

Pessoas e bichinhos coloridos. O zoológico é um lugar de muitas cores.

Na bilheteria do Zoológico na estação Jabaquara você faz tudo de uma vez. O ingresso para o Zoológico sai a R$ 25,00. Criança paga meia e com mais R$ 5,50 por pessoa você paga ida e volta de van da Ponte Orca. Melhor que esperar ônibus ou demorar horas para entrar e sair do estacionamento com seu carro. Esqueça o carro em casa!

Vi bilheteria no portão do Zoológico, mas não vi ninguém comprando ingressos. Vi também um caixa 24 horas no terminal, ao lado das cabines do Zoológico. A infraestrutura está legal.

mandarim pelicano zoologico

Mandarins na beira da lagoa. As crianças amaram o pelicano.

Ao chegar, preparei a câmera para tempo nublado. Fiz algumas fotos dos primeiros animais. A saudação não poderia ser mais alegre. Quantidades épicas de flamingos rosados estavam alinhadas ao redor do lago do Zoológico.

flamingos zoologico

Há um estranho no bando. Instantes depois um gato branco tentou atacar aquele urubu. E a sabedoria popular confunde Flamingos com time de futebol.

Diversão extra era ouvir os conhecimentos zoológicos dos visitantes do Zoológico. Ao verem as grandes aves rosadas que citei há pouco, com a sempre lúdica sabedoria popular, os presentes acharam por bem rebatizar a ave que vi em grandes bandos e trocaram seu nome por um popular time de futebol carioca. As aves cor-de-rosa e de longas pernas serão conhecidas daqui para frente como “Flamengos”.

lobo-guara-zoologico

O esperto lobo-guará.

O sol resolveu aparecer com toda a sua majestade de astro-rei e melhorar as cores de minhas fotos. À esquerda, um casal de atentos lobos-guarás, bonitos e ligeiros, em seguida, jacarés, tartarugas, jabutis, cágados, elefantes asiáticos e um bode grande e silencioso, chamado Aoudad. Não conhecia. Assim como não conhecia nomes da várias espécies que vi pelo caminho.

aoudad-zoologico

Aoudad – Nome difícil, especialmente para as empolgadas crianças.

O melhor deste animal era ouvir quando as crianças se aproximavam. Achando que se tratava de um bode, ou cabra, ou coisa assim, chegavam perto da placa para ler o nome do bicho que pensavam conhecer e eram surpreendidas. A frase era sempre esta:

Olha, mãe!! É um … A – O – U – D A – DE (…) Mãe!! O que é um Aoudad??

suricato-zoologico

O atento suricato. Os pais vigiam enquanto os filhos brincam.

Mundo dos Dinossauros

O Zoológico está fazendo propaganda sobre uma exposição de dinossauros. Vi anúncios, placas, cartazes. Mas não fiquei o suficiente para ver tudo. Preciso voltar em breve. Como disse, feriado, tudo muito cheio, quem sabe dia desses, durante a semana? A Karina está para vir do Rio de Janeiro, devemos ter um dia ou dois para ela me acompanhar em outro passeio, dessa vez, mais cedo e mais vazio.

O ingresso para os dinossauros deve ser comprado separadamente.

dinossauro zoologico

Mapa na entrada do zoológico e cartaz anunciando a exposição sobre os dinossauros.

Visita Monitorada

Outra das atrações do Zoológico é a visita monitorada. O movimento de carinhos com guias era constante. Grupos de visitantes podem fazer o percurso a pé ou alugando os carrinhos. Vai bem para grupos de mães com crianças pequenas, idosos ou pessoas que por algum motivo tenham sua mobilidade reduzida.

guia-zoologico

Visita guiada. Os velhinhos tomando sorvete enquanto acenam para os animais.

Os visitantes

Já citei as crianças e os sábios adultos visitantes do Zoológico, mas notei que os jovens se encantavam com quase tudo. Amavam os macacos e sua rapidez e habilidade, encantavam-se com as cores das Araras e demais pássaros, sorriam alegres e nervosos ao ver a onça ou o jaguar e se impressionavam com os répteis, especialmente uma enorme cobra que descansava enrolada debaixo de uma luz forte e quente no viveiro.

cobra-zoologico

Olhando na foto parece pequena, mas a circunferência desta cobra é maior que a coxa de um atleta.

A inquietação dos jovens só era superada pela animação das crianças. Tudo viam, tudo apontavam, tudo gritavam, tudo queriam a presença dos pais para compartilharem este momento incrível de ver algo que só sabiam pela TV. Notei que para os pequenos, ver os animais tão perto, era como ouvir falar de algo místico, que talvez não fosse real, e finalmente ver o objeto fantástico materializado alguns metros à frente de seus olhos abertos e bocas escancaradas.

ilha-lago-casa-macaco-zoologico

Casa de micos e macacos no meio do lago do zoológico.

Apenas os idosos pareciam achar algo para botar defeito. O cheiro, o sol, o jeito do bicho, a feiura deste ou daquele. Tolice. Os mais jovens, as crianças, tinham todos a mesma idade e a mesma alegria durante sua visita ao Zoológico.

Mas devo ser justo. Estava olhando para um enorme e cascudo crocodilo quando uma velhinha com todo jeito de simples, esticou-se segurando na grade para ver melhor o animal. Pude notar suas impressões, ainda que não visse completamente seus olhos. Ela estava admirada. Deve ter escutado falar da criatura sua vida inteira, e neste momento, o encanto das crianças a preenchia e remoçava. Estava vendo pela primeira vez seu animal místico. No fosso logo abaixo, a Quimera mágica se tornava crível e verdadeira. A velhinha estava assombrada. E feliz.

Entendi um pouco melhor a feitiçaria que existe no Zoológico.

Araras Coloridas
arara-casal-zoologico

A colorida variedade de araras no Zoológico de São Paulo.

Perto dos répteis e anfíbios estavam as aves. Especialmente as araras.

Araras-Vermelhas, com suas cores fortes e vivas;

Araras-Azuis, enormes, com suas coreografias sincronizadas;

Araras-Militares, nome apropriado, facilmente visível em sua cor verde-oliva;

Arara-Brasileira, verde, amarela, azul, muito patriota;

Araras-Comuns, com seu incomum companheirismo e carinho mútuos o tempo todo. Arrancaram suspiros das mulheres e moças que passavam. Sempre aos beijos, afagos e cafunés.

arara zoologico

As Araras, tão cheias de cores. Sempre juntas, em cenas de Dia dos Namorados.

Os Grandes Animais.

Indispensáveis a um bom zoológico, girafas, rinocerontes, elefantes e os grandes felinos.

As girafas e os rinocerontes estão em viveiros próximos. Pude ver um e em seguida olhar para o outro.

girafa-zoologico

As sempre elegantes girafas.

O destaque aqui é o bebê girafa. Perto da mãe, apenas um lindo filhotinho. Mas comparado ao tamanho de um homem, um enorme monte de manchas. Pude ver um tratador se aproximar do filhote. Ao lado de uma girafa adulta, a cria tinha um quarto do tamanho, talvez. Mas já era meio metro maior que um homem normal. Devia ter mais de 1,80m.

rinoceronte-zoologico

O pacato casal de rinocerontes. O tamanho impõe respeito.

Macacos de várias espécies, chimpanzés, babuínos, orangotangos e uma infinidade de primatas. Vi o mico-leão e o mico-leão-dourado. Vi macacos marrons, pretos e até um macaco branco, para matar de vez qualquer tolice humana sobre cores.

macaco-zoologico

Talvez as atrações mais animadas no zoológico sejam os macacos. A maioria deles, sempre muito agitada.

Presentes e Lembranças.

Subindo um pouco mais, passei pela casa das Lembranças do Zoológico. E olha que o preço nem era assim tão assustador. Claro, algumas coisas eram caras, mas nada que fosse o costumeiro absurdo dos preços de ocasião tão comuns no Brasil.

loja-presente-lembranca-zoologico

Loja de presentes e lembranças. Brinquedos, roupas, pelúcias.

Outra pequena surpresa foi notar que os preços das refeições era um pouco mais caro que fora do Zoológico. O que é igualmente admirável. Todos sabemos que o brasileiro gosta de lucrar mais do que qualquer outro povo do mundo. Nossos juros são sempre os maiores do mundo, os preços que praticamos são sempre exagerados, queremos ganhar imediatamente o investimento e em locais em que o público está cativo, cobramos duas, três vezes o preço normal.

restaurante-zoologico

Restaurante do zoológico. Também vi locais para lanches e sanduíches, barracas de salgadinhos, doces e sorvetes.

Não foi o que vi no Zoológico.

Vi preços um pouco mais altos, mas não absurdamente caros. E vi lanches, pratos variados, massas, doces, sanduíches, refrigerantes, cervejas, sorvetes e picolés por todos os lados, água, sucos. Só posso parabenizar o Zoológico de São Paulo pelo trabalho tão bem feito.

gato-do-mato zoologico

Dava para ver que os animais estavam cansados de tanto público. Mexiam-se rapidamente de um lado para outro nas jaulas. O fim de semana para eles é de muito stress.

Finalmente, para voltar, pude ver os vendedores ambulantes sendo perseguidos pelos fiscais. Há muito comércio em frente ao Zoológico, mas quem está lá paga imposto e tem permissão. Os espertinhos não têm vez!

puma-zoologico

A grande puma solitária. Espreitava os visitantes. Demorou a se sentir confortável.

E se você quiser comprar algo para presentear alguém, tem sempre quem vende barato, legalmente. Procure as bancas fixas e fuja do errado.

Já dissemos antes que adoramos ser turistas em nossas cidades. E o Zoológico de São Paulo é perfeito para isso. Visite!

onca-pintada-zoologico

O maior felino brasileiro, a onça pintada se aproximou do vidro, mas logo voltou para a toca. Gente demais.

_________________________________________________________________________________________________

Dicas de Viagem
  • Fundação Parque Zoológico de São Paulo  – Av. Miguel Stéfano, 4241 – Água Funda – http://www.zoologico.com.br/
  • Descubra aqui o jeito mais fácil de chegar ao Zoológico de São Paulo – http://www.zoologico.com.br/visitas-e-ingressos/como-chegar
  • Quer economizar no almoço? Que tal levar comida de casa? Lanches, frutas, sucos. Faça um pique-nique!
  • Não dê comida aos animais. O que você come pode fazer mal a eles. Você não quer isso, quer?

_________________________________________________________________________________________________

Anúncios