Virada Cultural

Já é tradição e já faz parte da agenda de São Paulo. Musicais, teatro, dança, acrobacia e mais tantas atrações na Virada Cultural, que este ano acontece já neste final de semana. Veja o que vai ter este ano e programe suas 24 horas!

Virada-Cultural-Atracoes

Fonte: Hotsite Virada Cultural

Quem lembra bem sabe que a primeira Virada Cultural aconteceu em 2005. Já são onze anos de atrações culturais espalhadas pela cidade toda. Tudo bem que a maioria dos shows e eventos está concentrada na região central de São Paulo, mas estive em vários shows que aconteceram bem longe de lá, na periferia mesmo.

A primeira Virada Cultural teve a vantagem de ser em novembro. O clima já vinha esquentando bem para o verão. As noites tinham temperaturas mais agradáveis. As viradas seguintes foram mais no meio do ano, em geral em maio, quando o clima por aqui começa a esfriar. Lembro mesmo de uns shows ao ar-livre com dentes batendo e vento malvado. Muito casaco para ajudar a manter o ânimo. Este ano a Virada Cultural vai ser nos dias 20 e 21 de junho.

inezita-barroso-virada-cultural

A Virada Cultural deste ano vai contar com homenagens à Jovem Guarda e a Inezita barroso – Fonte: Hotsite Virada Cultural

Escolher o Centro é bom pelas facilidades de locomoção, acesso fácil por ônibus ou Metrô. Inclusive, o Metrô funciona em horário integral durante a Virada Cultural e a maioria das linhas de ônibus também. Tudo para estimular o paulistano a comparecer deixando o carro em casa.

Outro ponto bem legal da Virada Cultural é que os eventos vão além dos locais habituais, como as casas de shows. Ambientes como os CEUs e os SESCs, museus e parques participam da Virada Cultural abrigando a maioria das atrações em locais fechados e os palcos maiores ficam nas ruas, praças e avenidas da região central.

Músicos na Virada Cultural

Músicos velhos conhecidos do público como Nando Reis, Lenine e Hermeto Pascoal. Fonte: Hotsite Virada Cultural

Também é muito comum acontecer de locais utilizados para cultura e arte como museus e casas da cultura terem o horário de funcionamento ampliado e os valores de ingresso reduzido ou até mesmo oferecerem entrada franca durante a Virada Cultural.

Aliás, o nome Virada Cultural vem da ideia de se passar a noite com cultura e arte, começando às 18h do sábado e seguindo até 18h do domingo. Ou seja, garantidas 24 horas seguidas de alguma coisa acontecendo em algum lugar.

A Karina ainda não teve oportunidade de vir a uma Virada Cultural, mas eu, como bom paulistano que sou, aproveito sempre que posso. Afinal, se não tem praia em São Paulo, não tem motivo pra acordar cedo no domingo, então, ou a noite é longa e divertida, ou a gente nem dorme e faz festa.

Velhos e novos na Virada Cultural

Tiago Abravanel, Ira! e Rita Lee Mora ao Lado. Fonte: Hotsite Virada Cultural

Lembro de shows de outras edições da Virada Cultural que pude ver Ira! na Praça Júlio Prestes, Inocentes na Barão de Itapetininga, Marcelo Nova e Camisa de Vênus na Praça da República, fui e voltei de Metrô, tinha ônibus, muitos banheiros químicos, policiamento e barracas de comida para todos os gostos. Só um ou outro cidadão que esqueceu a educação em casa, mas, nem tudo são flores.

Falar em grupos dos anos 1980 e cantores consagrados, uma coisa que gostei muito de saber foi que a Banda Metrô estará neste evento, fazendo uma aparição depois de tantos anos. O que li é que vai rolar um DVD da banda, que eles sairão em uma pequena turnê e a largada acontece nesta Virada Cultural, no palco do Aroche, dia 21, domingo, às 3 da tarde.

 Para lembrar ou descobrir a Banda Metrô.

Quem for vai pular de novo com hits da banda, como a melodiosa Johnny Love, a agitada Tudo Pode Mudar, a super tocada Ti Ti Ti, que foi tema de novela e o hit da banda, Beat Acelerado. Tudo na voz inconfundível de Virginie, a vocalista que adoçou os ouvidos de uma geração inteira que ainda carregava fitas K7 nos bolsos e mochilas e ouvia músicas em pesados aparelhos de som portáteis e walkmans. Mas eu sempre achei gostoso ouvir o chiado dos discos de vinil rolando na vitrola.

metro

Banda Metrô no nostálgico pôster do anos 1980

E claro, há outras coisas legais a fazer, como o evento que vai homenagear Portugal no parque do Ibirapuera. Espero que o tempo ajude. Com o nome de “Experimenta Portugal”, terá produção cultural portuguesa contemporânea. O visitante pode aproveitar e visitar os vários museus que têm por lá, como o prédio da Bienal, onde fomos ver Grafite, ou o MAC-USP, que já falamos por aqui também.

Para as Crianças

Tem virada Cultural também para os menorzinhos.

Viradinha

Banda Mirim, Palavra Cantada e Beatles Para Crianças na Viradinha – Fonte: Hotsite Virada Cultural

Atrações como Palavra Cantada, Beatles Para Crianças e Banda Mirim estarão na Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato – Palco especialmente para o Viradinha, evento que vai reunir as crianças com o que elas conhecem bem e com coisas boas para conhecer.

O endereço é Rua General Jardim, 485, Vila Buarque, Centro.

Onde Comer
galinhada-virada-cultural

Fonte: Hotsite Virada Cultural

Outro ponto muito necessário para virar a noite curtindo a Virada Cultural é a comida. E o que pode ser melhor numa noite fria que uma canja de galinha?

Este ano, uma das atrações da Virada Cultural será o Galinhódromo – Aquele lugar que você vai ‘cas amiga’ – falando sério, será na Praça Roosevelt e terá como prato principal, canja, ou sopa de galinha para esquentar de verdade. Alguns restaurantes já confirmaram:

  • Aconchego Carioca
  • Bar da Dona Onça
  • Bar do Biu
  • Galinhada Dalva e Dito
  • Galinhada do Bahia
  • Mocotó
  • Santa Ana Bistrô

O jantar será servido a partir das 20 horas do sábado, 20.


Dicas de Viagem:

Anúncios