Mafalda, Food Truck e Bienal do Livro

Recomendamos várias atrações em nossa Agenda Cultural. E fomos em três eventos. Venha conosco passear pelo Rio de Janeiro e visitar a exposição da Mafalda na Biblioteca Parque Estadual, o festival de Food Truck na Barra e a Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

biblioteca parque estadual

Fachada da Biblioteca Parque Estadual, com exposição da Mafalda.

Fui visitar a Karina no Rio de Janeiro e a cidade estava cheia de atrações. A primavera vem chegando e com ela muita chuva. Pensa que ficamos em casa de mal humor vendo TV? De jeito nenhum! Fomos passear e vimos muita coisa legal.

Para começar, fomos visitar uma velha amiga.

Biblioteca Parque Estadual – Mafalda.

Mafalda na Biblioteca Parque Estadual

Mafalda na Biblioteca Parque Estadual

Quem acompanha A Bússola Quebrada deve lembrar da exposição de aniversário da Mafalda, em São Paulo. Estivemos lá e fizemos nossa primeira promoção com a doação de um livro da Editora Melhoramentos.

A crítica atenta de Quino - A borracha de apagar ideologias.

A crítica atenta de Quino – A borracha de apagar ideologias.

Dessa vez, fomos conhecer a Biblioteca Parque Estadual, na Presidente Vargas, Rio de Janeiro. Em frente à Central do Brasil.

O local foi recentemente reformado, mas descobrimos que foi criado em 1873 pelo Imperador Dom Pedro II. São 15 mil metros de livros, cultura, lazer e atrações multimídia, para proporcionar uma experiência prazerosa para o visitante.

Desenhos, faixas, cartazes, a mesa de desenho do Quino, ilustrações - A Mafalda está muito bem representada na Biblioteca Parque Estadual.

Desenhos, faixas, cartazes, a mesa de desenho do Quino, ilustrações – A Mafalda está muito bem representada na Biblioteca Parque Estadual.

A decoração é colorida, viva. Os espaços são amplos e bem iluminados. Esqueça aquela biblioteca velha, cheia de madeira mofada e com pouca luz. Na nova Biblioteca Parque Estadual você verá uma videoteca, com cabine para ver um filme por dia, quantos dias quiser, mesa digital que muda as informações com o touch, espaço infantil, teatro, pátio, poltronas de armação de madeira, exposições de arte, um café e uma lojinha, para o caso de você querer muito algo que viu nas exposições ou algum livro muito legal que você leu.

Tem lugar para criançs na Biblioteca Parque Estadual.

Tem lugar para crianças na Biblioteca Parque Estadual.

Além dos livros e vídeos, também vimos a área reservada a portadores de necessidades especiais. Há uma audioteca, com gravações de vários livros e uma seção de livros em Braile, que aliás, é bem mais caro que um livro impresso.

Cuidado para não dormir.

Cuidado para não dormir.

Fomos no sábado. O local estava bem frequentado. A Exposição da Mafalda tinha avós contando às netas sobre Mafalda, mães com filhos, três gerações juntas, divertindo-se e aprendendo. Cultura é sim uma coisa muito legal.

Avó explica à neta sobre o período histórico e político das tirinhas da Mafalda.

Avó explica à neta sobre o período histórico e político das tirinhas da Mafalda.

E o material sobre a Mafalda está mesmo bem completo. São recortes de jornal, ampliações, quadros, fotografias, entrevistas com o Quino, cartunista que criou a Mafalda, objetos usados pelo desenhista e até uma pequena estátua da Mafalda. Tudo muito detalhado para o visitante ficar especialista em Mafalda.

A mesa de trabalho do Quino. Aqui nasceu a Mafalda.

A mesa de trabalho do Quino. Aqui nasceu a Mafalda.

Exposição Holandesa

Estes quadros são páginas de livros.

Estes quadros são páginas de livros.

A Biblioteca Parque Estadual foi reinaugurada em 29 de março de 2014 e ainda tem cheirinho de nova. Além da Mafalda, está lá também uma exposição sobre livros holandeses. Alguns para crianças. E como um bom livro para crianças precisa ter desenhos, a Biblioteca Parque Estadual está com uma exposição muito colorida com ilustrações de livros infantis. Alguns desses desenhos você vai querer ter na sua casa.

E aqui estão representados alguns dos muitos livros vindos da Holanda.

E aqui estão representados alguns dos muitos livros vindos da Holanda.

Festival de Food Truck

Alimentamos a alma na Biblioteca Parque Estadual e daqui a pouco vamos falar sobre a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Mas entre um e outro, alimentamos o estômago no Festival de Food Truck no shopping Barra World.

Passava pouco do meio dia quando chegamos. E as pessoas estavam chegando e conhecendo as kombis caracterizadas.

Passava pouco do meio dia quando chegamos. E as pessoas estavam chegando e conhecendo as kombis caracterizadas.

Comidas de kombi, cervejas diferentes, com um sabor que as comuns não têm, salgados, doces e a animação de refeições incomuns.

Lembra que falamos deste Food Truck na nossa Agenda Cultural? Pois espere que soubemos que tem outros para acontecer semana que vem e nós vamos te contar na próxima agenda.

Lembra da Cervejaria Therezópolis? Aqui está uma representante.

Lembra da Cervejaria Therezópolis? Aqui está uma representante.

Uma vantagem desses festivais de Food Truck é que o pessoal que visita estes eventos está mais à vontade, as pessoas se juntam para conversar e dar umas risadas, tem gente que chega com cachorro, carrinho de bebê, a informalidade faz o ambiente mais agradável. Já experimentou? Recomendamos.

Salgados, doces, comidas regionais, sorvetes, bebidas. O Food Truck leva os sabores até você.

Salgados, doces, comidas regionais, sorvetes, bebidas. O Food Truck leva os sabores até você.

Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Também comentamos que está acontecendo até domingo, 13/09, a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Claro que marcamos presença.

Espaços para shows, teatro, contação de livros. Ainda dá tempo de visitar.

Espaços para shows, teatro, contação de histórias. Ainda dá tempo de visitar.

Na quinta, dia 03/09, começou a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Três pavilhões coloridos no Rio Centro, próximo da Cidade do Rock, onde será, logo mais, o Rock In Rio.

Cores, livros, histórias, criatividade. As pessoas gostam da Bienal.

Cores, livros, histórias, criatividade. As pessoas gostam da Bienal.

Descobrimos chegando lá que há sempre um país homenageado, que tem mostra especial, com filmes, vídeos, eventos e debates de cultura e literatura. Este ano, o país homenageado foi a Argentina. E ninguém falou nada sobre futebol.

Stand do país homenageado - Argentina.

Stand do país homenageado – Argentina.

Difícil ter certeza do número de stands, mas oficialmente, são 150 editoras. E claro, você vai ter que andar um pouquinho entre os três pavilhões, separados por cores, laranja, azul e verde.

Espaço para crianças e stands de livros infantis.

Espaço para crianças e stands de livros infantis.

Entre os stands de livros, vimos também os das editoras de quadrinhos, com estátuas e bustos de super-heróis, pôsteres coloridos de personagens, bancas de descontos pra você completar sua coleção, e uma coisa que vi e ouvi – os livros estão com descontos variados. Ouvi uma garota gritar do meu lado que um livro que ela procurou estava com um desconto absurdo. Mas calma, você que nos lê, a maioria dos descontos parecem ser modestos.

Criatividade é regra nos stands da Bienal. Dá pra perceber as várias páginas de livro neste stand?

Criatividade é regra nos stands da Bienal. Dá pra perceber as várias páginas de livro neste stand?

Pudemos ver ainda os stands especiais para crianças, com palcos, teatro, eventos em vários horários e para vários públicos. Muita gente fantasiada com seus personagens favoritos e expositores usando atores para viverem personagens.

Café Literário - Local de eventos, palestras, debates. Espaço disputado.

Café Literário – Local de eventos, palestras, debates. Espaço disputado.

Quem se agendar pode pegar os eventos no Café Literário, que parecia bem disputado ou fazer uma self do lado do Homem de Ferro, do Capitão América, do mago branco, das armaduras medievais e dos cavaleiros templários e outros tantos personagens que estão espalhados pela Bienal.

Comemorando os 80 anos de Maurício de Souza, um stand especial para sua maior criação: A Turma da Mônica.

Comemorando os 80 anos de Maurício de Sousa, um stand especial para sua maior criação: A Turma da Mônica.

Tem espaço para todos. Inclusive para os quadrinhos mais antigos.

Tem espaço para todos. Inclusive para os quadrinhos mais antigos.

Pensou que eram só miniaturas e bustos? Esta é uma escultura em tamanho real do Homem de Ferro.

Pensou que eram só miniaturas e bustos? Esta é uma escultura em tamanho real do Homem de Ferro.

E como todo mundo precisa comer, encontramos várias praças de alimentação do lado de dentro e um corredor inteiro do lado de fora só com food trucks.

Praças de alimentação do lado de dentro, Food Trucks do lado de fora.

Praças de alimentação do lado de dentro, Food Trucks do lado de fora.

Quem gostou do formato pode escolher comidas diferentes, com jeito informal e bem mais descolado visitando as kombis estilosas dos Food Trucks.

Mas fica a recomendação: Roupa confortável. É um mega-evento. Você precisará andar um pouco. Paciência e bom humor são muito bem vindos.

Pop up books para crianças e livros para todos os gostos.

Pop up books para crianças e livros para todos os gostos.

Falar em paciência, chegar  na Bienal do Livro foi até bem fácil, mas para sair, ninguém sabia de nada. O trânsito foi desviado e não havia orientação para quem chegou de ônibus. Bronca na organização da prefeitura do Rio de Janeiro que vacilou deixando o visitante no escuro em um evento tão grande.

Desenhistas e cartunistas de vários personagens desenham a Mônica. Cada um com seu estilo.

Desenhistas e cartunistas de vários personagens desenham a Mônica. Cada um com seu estilo.

A Mônica no stand da Maurício de Souza Produções - O espaço merece ser visitado. Há muito para ver e vários motivos para sorrir.

A Mônica no stand da Maurício de Sousa Produções – O espaço merece ser visitado. Há muito para ver e vários motivos para sorrir.

Encontre seus heróis favoritos. Leia um livro. Visite a Bienal.

Encontre seus heróis favoritos. Leia um livro. Visite a Bienal.

Dicas de Viagem:

Biblioteca Parque Estadual – BPE : http://www.bibliotecasparque.rj.gov.br
Av. Presidente Vargas, 1.261 – Centro, Rio de Janeiro

Bienal do Livro do Rio de Janeiro: http://www.bienaldolivro.com.br/

Como chegar à Bienal do Livro: http://www.bienaldolivro.com.br/menu/comochegar

Quer saber mais sobre a Cervejaria Therezóplis? Estivemos lá e você confere no post de nossa Visita à cidade de Teresópolis.

Anúncios