Memorial da América Latina

Seguimos a recomendação de nossa própria Agenda Cultural e fomos ao Memorial da América Latina para ver a comemoração dos 27 anos do Memorial, as atrações de arte, música e cultura, Festival de Churros, o 1º Festival de Gastronomia Latina, a feira de artesanato e o 3° Festival de Cerveja Artesanal. Conheça o Memorial e veja quanta coisa legal tem por lá!

Escultura no espelho d’água, em frente ao Salão de Atos.

Escultura no espelho d’água, em frente ao Salão de Atos.

O fim de semana foi de sol forte em São Paulo. E para refrescar o clima, cerveja vai bem.

O Memorial de América Latina teve neste final de semana, 19 e 20 de março o 3° Festival da Cerveja Artesanal, parte das comemorações do 27° aniversário do espaço.

As atrações para a data incluíram também shows com grupos e duplas de música popular brasileira e samba.

Shows no vão livre, nos fundos do Prédio da Administração.

Shows no vão livre, nos fundos do Prédio da Administração.

Para mim, foi uma excelente oportunidade de conhecer de novo o Memorial da América Latina. Estive lá apenas uma vez há muito tempo, demorei para voltar e muita, muita coisa mudou por lá. O Memorial da América Latina cresceu, recebeu esculturas, salões enormes, uma biblioteca que pode ser visitada inclusive por internet, salas para shows e eventos e espaço para exposições de arte. Uma feliz surpresa atrás da outra!

A famosa Mão da América Latina. O símbolo do Memorial.

A famosa Mão da América Latina. O símbolo do Memorial.

O projeto original do Memorial da América Latina é mais uma obra de Oscar Niemeyer, e quem acompanha A Bússola Quebrada deve saber que gostamos muito do trabalho dele e estivemos em várias de suas realizações, como em Niterói, Belo Horizonte, Curitiba e Rio de Janeiro.

mapa do memorial Equipamentos do Memorial da América Latina

Equipamentos do Memorial da América Latina

A área total do Memorial da América Latina é de 84.480 metros quadrados, no bairro da Barra Funda, bem ao lado do Metrô Palmeiras Barra Funda e servido de várias linhas de ônibus. Sua função é unir o Brasil à América Latina, mostrando as semelhanças culturais, históricas e políticas. Arte, cultura e compreensão para diminuir as diferenças.

O Memorial da América Latina conta ainda com:

Monumento na entrada do Memorial da América Latina – Na Praça Cívica.

Monumento na entrada do Memorial da América Latina – Na Praça Cívica.

1 Entrada Principal;

2 Acesso rua Tagipuru;

5 Acesso à Praça Cívica;

Acesso entre a Praça Cívica e o anexo e estacionamentos.

Acesso entre a Praça Cívica e o anexo e estacionamentos.

6 e 7 acesso à Galeria Marta Traba;

8 Acesso ao estacionamento;

9 Acesso ao prédio administrativo e CBEAL;

10 acesso ao Parlatino;

12 e 13 Acesso ao Auditório Simón Bolívar;

14 e 15 Acesso ao estacionamento do auditório.

Há também um restaurante, no mesmo prédio usado para as exposições.

Atrás deste tapume ricamente ilustrado, está o auditório Simón Bolívar, fechado para reforma.

Atrás deste tapume ricamente ilustrado, está o auditório Simón Bolívar, fechado para reforma.

 

Não tem desculpa para não ir. Tem Metrô na porta do Equipamentos do Memorial da América Latina e terminal de ônibus.

Não tem desculpa para não ir. Tem Metrô na porta do Equipamentos do Memorial da América Latina e terminal de ônibus.

Para as Crianças

Os pequenos visitantes do Memorial da América Latina tiveram muito o que fazer neste 27° aniversário.

A começar pelo espaço seguro para correr, as obras de arte para ver e o parquinho que é parte da estrutura do Memorial, o evento contou ainda com barracas de diversão, tiro ao alvo, colchão de ar gigante, carrossel de caminhões e tobogã.

Do alto da passarela do Memorial da América Latina é possível ver o tobogã e o colchão de ar gigante.

Do alto da passarela do Memorial da América Latina é possível ver o tobogã e o colchão de ar gigante.

 

O Parquinho, com brinquedos tradicionais, está na Praça Cívica e ao lado do Salão de Atos. O equipamento é permanente.

O Parquinho, com brinquedos tradicionais, está na Praça Cívica e ao lado do Salão de Atos. O equipamento é permanente.

 

Fico pensando que teve muito marmanjo querendo dar uma voltinha neste carrossel.

Fico pensando que teve muito marmanjo querendo dar uma voltinha neste carrossel.

 

Popular em todos os parques mambembe, o Tiro ao Alvo atrai a atenção de todos.

Popular em todos os parques mambembe, o Tiro ao Alvo atrai a atenção de todos.

Muita comida

Como dissemos na Agenda Cultural, este evento marcou também a data do 1º Festival de Gastronomia Latina. A presença de nomes hispânicos nos carrinhos de comida é fácil de entender. Somos o único país das Américas a falar português, logo, a influência e presença do idioma espanhol em pratos, eventos, artistas e exposições será grande. E não faltaram quitutes apimentados.

Carrinhos e carrões de comidas típicas, lanches doces e cervejas fizeram a alegria dos visitantes.

rotulo cerveja artesanal independente a bussola quebrada

Alguns rótulos de cervejas independentes presentes ao 3° Festival de Cerveja Artesanal no Memorial da América Latina.

Food Trucks de caminhão, barraquinhas, stands de cervejas de pequenas cervejarias, algumas independentes e sabores novos e deliciosos.

Os já famosos food trucks, com seus sabores exóticos e inusitados estavam por toda parte.

Fosse na forma de cervejas independentes, comidas e até lojas de roupas.

Pude ver expositores de quadros e artesanato, grifes de estilo urbano e descolado, com grafiteiros e artistas urbanos.

Sim, você está vendo um vulcão no alto do Food Truck. Imagine se a pimenta é forte?

Sim, você está vendo um vulcão no alto do Food Truck. Imagine se a pimenta é forte?

Festival de Churros

Para a festa ser boa, tem que ter doce!

Mas também há churros salgados. Novidade para muitos. A guloseima pode ser apreciada com vários acompanhamentos salgados, como abacate e limão, o famoso guacamole, carnes, queijo, presunto, apimentados e outras variedades criativas.

Tantas barracas de churros fazem parte do 1º Festival de Gastronomia Latina, afinal, os deliciosos Churros de Dona Florinda são uma doçura típica dos países latino-americanos. Só no Brasil é que são diferentes.

E outra novidade foi o jeito de comer churros apresentado pelos diversos hermanos que temos pela América Latina. No original, os churros são mais finos e não levam recheio. A massa pode ser frita ou assada e acompanha um copinho de doces em calda. Os mais comuns são a de doce de leite e chocolate, e o degustador molha um longo palito de churros nos copinhos que mais agradem.

Escolha seu churros. Doce ou salgado?

Escolha seu churros. Doce ou salgado?

O Chaves do Oito

Outra atração que anunciamos em nossa Agenda Cultural foi a Vila do Chaves, personagem que representa bem os problemas da América Latina e que incorporou tão bem uma figura que não é herói, não é capaz de solucionar problemas, nem tem qualquer habilidade que o torne especial. Mas o carisma do personagem e até mesmo sua produção tão precária conquistaram multidões em todos os países em que o programa foi exibido.

A Vila do Chaves terá funcionamento normal durante o feriado de Páscoa.

A vila do Chaves, fotografias e vídeos. Visite a vila que você viu na TV durante tantos anos.

A vila do Chaves, fotografias e vídeos. Visite a vila que você viu na TV durante tantos anos.

Mercado de Criadores

A tal da economia colaborativa estava presente no Memorial da América Latina, bem como os novos e velhos criadores de arte e design, aparecendo com criatividade e procurando espaço entre as grandes empresas. Palestras e discussões fizeram parte da programação e os pequenos empresários de arte, design, decoração e vestimenta, entre outros itens, tiveram espaço para mostrar um pouco de seu trabalho.

Arte, roupas, acessórios, criatividade garantida no Mercado de Criadores.

Arte, roupas, acessórios, criatividade garantida no Mercado de Criadores.

 

Stand da SUTACO – artesanato de todo o estado de São Paulo em um pavilhão dedicado ao pequeno produtor.

Stand da SUTACO – artesanato de todo o estado de São Paulo em um pavilhão dedicado ao pequeno produtor.

Ouro, de Pedro Ruiz

A exposição OURO é a primeira de uma série de exposições sobre a América Latina.

Com o subtítulo de Espírito e Natureza de um Território o artista colombiano Pedro Ruiz retrata a flora e fauna do país vizinho, Colômbia, bem como pessoas, costumes, tradições, rostos e cotidiano em 36 obras com entrada gratuita até 18 de maio, no Espaço Gabriel García Márquez, anexo ao Pavilhão da Criatividade, na Praça da Sombra.

A Exposição “Ouro” de Pedro Ruiz está no Pavilhão da Criatividade.

A Exposição “Ouro” de Pedro Ruiz está no Pavilhão da Criatividade.

O conceito da exposição é mostrar o que é raro ainda que seja em coisas cotidianas, mostrar o real valor do que para tantos pode ser banal.

Um dos vários quadros-escultura da exposição Ouro, no Memorial da América Latina.

Um dos vários quadros-escultura da exposição Ouro, no Memorial da América Latina.

Para isso, o uso de metal e peças que usam o brilho metálico, o acréscimo do dourado e desenhos e fotografias. A técnica dá brilho extraordinário a toda a coleção. E o visitante constantemente se pergunta se os quadros em metal e cerâmica serão mesmo de ouro ou este é apenas o nome da exposição.

Peças de cerâmica simples podem ser excelentes como decoração. E podem sim valer ouro.

Peças de cerâmica simples podem ser excelentes como decoração. E podem sim valer ouro.

E para você não perder mais nenhuma exposição no Memorial da América Latina, a próxima atração é Wifredo Lam: O Espírito da Criação.


Dicas de Viagem:

Anúncios