Gramado – O Lago Negro e Rapunzel

Afastando um pouco do Centro de Gramado, fomos descobrir mais coisas do mundo das fadas, como o Lago Negro e a Torre da Rapunzel. As surpresas por Gramado continuam e as atrações são mais e mais surpreendentes. Continue viajando com a gente!

E quando a gente pensa que já viu de tudo sobre Gramado, descobre que ainda há muito o que ver.

Seguimos nosso caminho em busca do Lago Negro de Gramado.

No caminho, além das casas e lojas e prédios que estão todos prontos para seduzir os turistas mais vulneráveis, também pudemos ver muito do que Gramado oferece aos moradores. O caminho que fizemos para achar o Lago Negro passava por um bairro modelo, muito arborizado, com lindas casas, algumas bem modernas, outras típicas, seculares, de madeira, como esta:

casas a venda Gramado

Lembro que haviam casas à venda. Quem quer morar em Gramado?

Estávamos no bairro Planalto.

A população lá está bem ao lado do centro, as casas são grandes, os terrenos ainda maiores. O lado bonito disso é ver os jardins decorados, o cuidado com a decoração e algumas surpresas pelo caminho, como a Lagoa da Joaquina, com seus chafarizes e iluminação colorida à noite. 

Lagoa da Joaquina Gramado

A Lagoa da Joaquina. Viu que até saiu um pouquinho de sol quando estivemos em Gramado?

E por falar em cores, caminhando mais à frente pudemos ver algumas atrações coloridas que lembram o Natal.

O Natal em julho de Gramado.

fantastica Fabrica de Natal Gramado

A fantástica Fábrica de Natal numa cidade em que o Natal dura 3 meses.

Pesquisando um pouco, pudemos descobrir que o Natal em Gramado é mesmo coisa séria. O movimento na cidade aumenta exponencialmente. E se Gramado foi construída com toda essa vocação turística, é preciso saber aproveitar uma época de viagens, presentes e corações mais generosos. E só para dar uma ideia, as comemorações e os eventos de Natal em Gramado vão de 30 de outubro a 17 de janeiro. Quase 3 meses de Natal!

Quem leu o primeiro post sobre Gramado deve ter visto o Calhambeque de Papai Noel. Os eventos incluem shows, música, teatro, decoração temática. Tem até corrida, caminhada e desfile.

E quando o assunto é Natal, as pessoas já associam às renas. E nós vimos muitas renas pelo caminho. Ao lado da Lagoa da Joaquina, há uma parte de bosque cheio de estátuas coloridas e decoradas de renas.

Rena Papai Noel Gramado

Quem viu o Papai Noel de Calhambeque deve ter se perguntado onde estavam as renas.

 

Rena colorida Gramado

Passeie pelo bosque no bairro Planalto e escolha sua rena preferida.

Estas são apenas algumas das renas distribuídas no pequeno parque no bairro Planalto, bem pertinho da Lagoa da Joaquina.

Mini Mundo

Outra atração em nosso caminho foi o Mini Mundo. Parque temático que oferece ao visitante maquetes representativas de várias cidades ao redor do mundo, com seus tamanhos em escala de 1 para 24. Ou seja, as representações são 24 vezes menores que o local de verdade. Mesmo assim, o parque acaba sendo bem grande.

Entrada para o Mini Mundo de Gramado.

Entrada para o Mini Mundo de Gramado.

O Mini Mundo sabe guardar segredo. De fora não dá para ver nada além do muro em forma de castelo medieval.

Muro Mini Mundo

A lateral do Mini Mundo. Logo mais espero visitar o lugar. Mas vai ter que ser com mais tempo. Um dia só é pouco para ver Gramado.

Como não tínhamos tempo para conhecer melhor, colocamos a visita ao Mini Mundo na lista de lugares da próxima viagem. E seguimos para nosso objetivo. O Lago Negro.

Lago Negro

Quem olha o Lago Negro imagina que suas águas escuras tenham dado nome ao local, mas a verdade é que no começo, o Lago Negro era chamado de Vale do Bom Retiro. Um nome que se encaixa bem, porque o Lago Negro está afastado do Centro de Gramado e a região parece bem tranquila. Mas aconteceu que a área foi devastada por um incêndio em 1942, que durou oito dias, e em 1953 um lago foi construído no local. E nas margens, foram plantadas árvores vindas da Alemanha, da famosa Floresta Negra, conhecida por suas histórias de fadas, bruxas, duendes e toda sorte de seres fantásticos.

Entrada do Lago Negro de Gramado

Entrada do Lago Negro de Gramado.

Sem muros, sem grades, sem cercas, o Lago Negro segue a organização que tanto gostei em Gramado. E mesmo com o frio, as pessoas faziam fila para passear nas águas do Lago Negro.

Chegamos ao Lago negro de Gramado.

Chegamos ao Lago negro de Gramado.

Agasalhos, roupas quentes e coloridas contrastando com o cinzento do dia em Gramado e com as águas escuras do Lago Negro. Outro contraste eram os pedalinhos. Cisnes brancos delicados contrastam com negros barcos piratas enquanto cada um escolhe o transporte que mais tem a ver com sua personalidade.

Pedalinhos cisnes ou piradas

Escolha seu transporte. Cisne branco ou navio pirata?

 

Vai ser pedalinho quando crescer

Este aqui vai crescer forte para se tornar um lindo pedalinho.

O entorno do Lago Negro é feito de saibro. Um amadeirado firme para caminhadas. Soube que as águas do Lago Negro são profundas. Eu nado muito bem, mas não achei apropriado mergulhar para determinar a profundidade do Lago Negro. Prefiro acreditar no que as placas e os funcionários dizem.

Formiga Lago Negro de Gramado

Escultura de formiga logo na entrada do Lago Negro de Gramado.

O lado de fora do parque do Lago Negro tem muita atividade. Além de restaurantes, há também uma grande feira. Barraquinhas de alimentos, salgados e doces, brinquedos, roupas, artesanato.

A Karina até aproveitou para experimentar algumas peças. Acho que ela gostou desta:

Touca Personagem Gramado

Uma touca quentinha e bem-humorada para minha personagem favorita.

Fizemos muitas fotos nossas durante a viagem. Mas esta é uma das que mais gostei.

A Torre da Rapunzel

Logo na entrada para o parque do Lago Negro vimos este restaurante temático:

Restaurante tematico Alemanha Encantada Gramado

Comida e bebida excelentes. E não é caro.

Há outros no caminho, uns até com uma aparência mais madura, própria de gente grande. Mas essa é a hora de ser bem crianção e querer subir na Torre da Rapunzel pelo lado de fora, se agarrando firme nos cabelos da loira!

E vamos lá almoçar no restaurante Alemanha Encantada. Um nome bem apropriado, porque a decoração temática, o bom atendimento e a boa comida merecem elogios.

Torre da Rapunzel Gramado

A Torre da Rapunzel no restaurante Alemanha Encantada.

O restaurante tem pratos típicos e uma carta de cervejas de fazer inveja a muito restaurante lá da Alemanha. E fomos descobrir alguns sabores.

Dentro do complexo de casas temáticas do restaurante Alemanha Encantada está a Torre da Rapunzel. Um elevador panorâmico com vista para o Lago Negro e floresta ao redor. A altura é de 20 metros. Nem dá medo. Qualquer um pode subir. No alto, junto com a vista está o quarto da Rapunzel. Toda a decoração é para lembrar da história da princesa de longos cabelos.

quarto da Rapunzel Gramado

O quarto da Rapunzel está no alto da torre. Suba pelo elevador panorâmico.

Para dar ainda mais ambientação, aos finais de semana uma atriz representa a Princesa Rapunzel pelos ambientes do restaurante. Estivemos lá numa sexta, então, outro item para a lista de “na próxima vez”.

Alemanha Encantada Gramado

A decoração do Alemanha Encantada é muito bem-feita. Se for a Gramado, visite.

 

princesinha de Conto de Fadas

Minha princesinha de Conto de Fadas sendo forçada a fazer pose antes do almoço.

Nossa volta foi rápida. O caminho é praticamente descida até o Centro de Gramado.

Aqui tivemos novamente sorte. A poucos metros da rodoviária, e depois que compramos algumas lembranças para familiares e amigos, a chuva que vinha se segurando durante todo o dia resolveu despencar toda de uma vez.

A cidade de Gramado quase sumia entre as nuvens. A região alta nos garantiu o dia todo para passear, mas quando as nuvens se formam na serra, ela não cai sobre você, é você quem está dentro da chuva.

Chuva intensa Gramado

Chuva intensa em nossa despedida de Gramado. Mas o dia foi sensacional!

E quando a gente pensa que já viu de tudo sobre Gramado, descobre que ainda há muito o que ver…

Se for viajar a Gramado, conte para nós. Viajou para Gramado? Mande suas fotos, conte suas histórias!


Dicas de Viagem:

Anúncios