Igrejas da Penha

Já estivemos em várias igrejas com nome de Penha. E resolvemos saber mais sobre essa prática. Saiba mais sobre as igrejas da Penha e porquê de se fazer uma igreja num lugar tão distante e tão difícil. Curiosidades de viagem que ninguém pergunta você só encontra em A Bússola Quebrada!

vista-vila-velha-igreja-da-Penha-Vitoria-Espirito-Santo

Vista de Vila Velha. Os pilares no final do gramado são as ruínas de uma capela de escravos.

Quem visita A Bússola Quebrada sabe que um de nossos primeiros posts falava justamente de uma visita a uma igreja no alto de uma enorme pedra em Vila Velha, Espírito Santo.

O nome desta igreja era Igreja da Penha, e você pode saber mais clicando aqui.

E então eu lembrei que tem uma Igreja da Penha em São Paulo, e que tem uma Igreja da Penha no Rio de Janeiro, famosa, cheia de escadarias. E todas são sempre no alto. Deve ter algum motivo para isso. Vamos ver no dicionário.

igreja-do-rosario-vila-velha-espirito-santo

A pequena capela da Igreja do Rosário.

E diz o dito cujo:

Penha – substantivo feminino.

Geomorfologia – grande massa de rocha saliente e isolada, na encosta ou no dorso de uma serra.

Ahh, tá! Uma penha é um baita de um pedregulho!

Por isso toda Igreja da Penha é no alto. Feita sobre a pedra. De difícil acesso. E cansa horrores para alcançar.

Entendendo melhor o velho costume católico, a intenção era sempre chegar a uma localidade e construir uma igreja no ponto culminante, no local mais alto de uma vila ou povoado. Era preciso chegar bem próximo de Deus. Era preciso estar no alto para ver todos os fiéis, vigiar os pecadores e mostrar quem é que manda no pedaço.

mosteiro-igreja-da-Penha-Vila Velha Vitoria-Espirito-Santo

No alto da rocha, o Convento da Penha se assemelha a uma fortaleza.

Independente de credo ou intenção, uma coisa bem legal é a arquitetura que ficou para trás. As religiões que vieram depois da igreja católica foram chamadas protestantes. Hoje, grosso modo, são denominadas evangélicas. Mas para ninguém reclamar, o que levamos em conta aqui em A Bússola Quebrada são valores históricos, artísticos e arquitetônicos que a maioria das igrejas não têm. Essa tradição de quadros, estátuas, cores, vitrais, contos e lendas, milagres e mártires, fazem parte de um contexto cultural e antropológico. É apenas isto que vemos ao visitar locais que tem igrejas. Nada além disso. Então, se algum representante de qualquer outra religião se sentir excluído, peço que considerem apenas a parte estética, artística, cultural e representativa em nossas viagens. Façam turismo, não guerra religiosa.

encosta-igreja-da-Penha-Vila Velha Vitoria-Espirito-Santo

O paredão de rocha e os caminhos dos penitentes. Ao fundo, a cidade de Vitória, Espírito Santo.

Igreja da Penha Vila Velha – Espírito Santo

atras-igreja-da-Penha-Vila Velha Vitoria-Espirito-Santo

Parte de trás da Igreja da Penha de Vila Velha.

Em nossa primeira Igreja da Penha, subimos as difíceis ladeiras do convento de Vila Velha, ao lado de Vitória, no Espírito Santo. A trilha até o convento é de 154 metros de altura, está há 500 metros do mar e de lá é possível ver Vila Velha, Vitória, e o enorme viaduto que liga as duas cidades. A trilha até o convento, construído em 1562 é chamada de Ladeira das Penitências. A ideia é que durante a subida, o fiel faça suas rezas pensando em temas que estão nas placas.

Visitante-igreja-da-Penha-Vitoria-Vila-Velha-Espirito-Santo

Apenas um dos muitos moradores da mata ao redor da Igreja da Penha, em Vila Velha.

Além da vista, o Convento de Nossa Senhora da Penha é cheio de histórias para contar e a subida começa passando antes pela Igreja do Rosário, na Prainha, bem ao lado do mar e de barcos pesqueiros, construída em 1535. Antes de se construir uma Igreja da Penha era necessário ter uma igreja em terra firme, não é mesmo?

Nosso próximo passo era conhecer melhor sobre as outras Igrejas da Penha.

Igreja da Penha de São Paulo

igrejinha-praca-nossa-senhora-da-penha-sao-paulo

Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha.

A Igreja acima é a Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha. O leitor Zé Carlos Batalhafam notou uma imprecisão em nossos dados e comentou que “a referida capela (azul e branca) foi construída pela Irmandade dos Homens Pretos da Penha de França, composta por homens negros livres, escravos e libertos, no final do séc. XVIII; erigida como capela em 1802 e tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico – Condephaat em 1982. Localizada no largo do Rosário, é um patrimônio da cidade de São Paulo e única capela que foi construída para e pelos negros que, ainda hoje, ocupa seu lugar originário”.

Agradecemos ao Zé Carlos pela correção e olha que esta capela, por sua história, merece uma visita!

Continuando com as igrejas da Penha de São Paulo:

A Igreja de Nossa Senhora da Penha de São Paulo é um pouco mais recente. Parece que as contas não são as mais exatas. Alguns documentos falam em 1667, outros remetem a 1682, e nem é a mesma Igreja da Penha de sempre. No total, são 3 igrejas da Penha no mesmo local.

barraca-feira-artesanato-igreja-penha-sao-paulo

Aos sábados, tem feirinha de artesanato e comida. Ao redor, centro comercial e shopping.

Só para dar uma ideia das diferenças, enquanto a Igreja da Penha de Vila Velha é um museu vivo e que recebe visitantes e turistas, a Igreja da Penha de São Paulo, agora é apenas um departamento com atividades específicas. E então vem a segunda igreja, que faz todas as funções normais, mas então vem a Basílica da Penha, que exerce as mesmas funções da Igreja da Penha. As duas estão em atividade ao mesmo tempo.

O bairro da Penha tem muita história, e já foi lar da elite e da aristocracia paulistana nas primeiras décadas do século 20.

rua-praca-nossa-senhora-da-penha-sao-paulo

A Avenida Penha de França, sempre movimentada, com hospital, escolas, faculdade e muito comércio. Ao fundo, o segundo edifício a se tornar a Igreja da Penha.

Seu princípio de pequena igreja faz dela uma das mais antigas de São Paulo, mas esta pequena capela hoje é usada apenas em ocasiões festivas.

A Igreja da Penha, chamada originalmente de Nossa Senhora da Penha de França era o abrigo para uma imagem vinda da França, onde foi fundada a primeira Igreja da Penha – Quem sabe um dia a gente visita esta e coloca na lista também? – E à medida que o bairro ganhava importância, a igreja crescia em membros e valores arrecadados, tanto que uma nova Igreja da Penha foi construída. E finalmente, uma basílica ganhou espaço nos morros da Penha.

igreja-penha-sao-paulo-a-bussola-quebrada

A segunda igreja a receber o nome de Igreja da Penha, em São Paulo.

Na Praça Nossa Senhora da Penha passa a Avenida Penha de França, e o conjunto de prédios contempla escolas, um hospital, um centro cultural e um forte centro comercial.

O bairro da Penha acabou se tornando tão importante que os viajantes era trecho obrigatório para viajantes, tropeiros e até bandeirantes que seguiam para Minas Gerais, Vale do Ribeira, Santana do Parnaíba e Rio de Janeiro e próximo ao conjunto de Igrejas há o Mercado Municipal da Penha. Alguns sabores você só encontrará neste Mercado.

igreja-catedral-penha-sao-paulo

A Basílica da Penha, bem no alto, como manda o costume.

Alguns mais idosos dizem que o bairro da Penha em São Paulo era uma cidade, que apenas recentemente foi incorporada à cidade de São Paulo. O fato é que o (então) presidente do estado, Carlos de Campos, foi obrigado a abandonar o Palácio do Governo, no centro de São Paulo, e governar o estado e a cidade desde o bairro da Penha. Isso aconteceu em 1924 por causa da Revolução Constitucionalista.

basilica igreja-penha-sao-paulo-a-bussola-quebrada

Basílica da Penha, com seus vitrais, torres e arcos.

A atual Basílica da Penha, foi construída em 1957 e 1967 e é a mais visível do conjunto.

Há também um outro hospital bem ao lado da basílica, em reforma. Parte dele está fechado.

lateral-basilica-igreja-penha-sao-paulo-a-bussola-quebrada

Vista lateral da Igreja da Penha de São Paulo.

vista-penha-sao-paulo

E a vista que o visitante vê de parte da cidade de São Paulo.

Igreja da Penha – Rio de Janeiro

entrada-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

Entrada no Largo da Penha, bem em frente à estação da Penha do ônibus BRT.

Uma outra Igreja da Penha é a que existe no Rio de Janeiro. Esta acaba tendo uma relevância que pediria um post separado, mas para não causar ciúmes em ninguém, vamos aos fatos:

A escadaria para alcançar a Igreja da Penha, aliás, Santuário, tem 382 degraus.

degraus-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

Você já subiu uma enorme ladeira e muitos outros degraus. Aqui tem mais 382 esculpidos em rocha. Pague suas promessas.

Minha primeira visita ao Rio de Janeiro foi marcada pela vista, ainda na Dutra, ao chegar à cidade, da distante e assombrosa Igreja da Penha. Também no bairro da Penha, notem que o bairro recebeu o nome por causa da igreja, e o que vi foi uma pedra gigantesca, como é bem comum na cidade do Rio de Janeiro.  E vi em cima dessa pedra uma igreja, que parecia bem pequena. Da distância em que eu estava, fiquei imaginando como conseguiram subir tanto, com material, pedras, pesos. Pensei em muitas dificuldades.

igreja-penha-rio-de-janeiro

A Igreja da Penha do Rio de Janeiro, construída sobre a pedra.

As famosas escadarias da Igreja da Penha do Rio de Janeiro sempre foram motivo de martírio para os católicos, mas hoje o fiel que quiser visitar a igreja lá no alto da rocha, pode contar com três vagões que se deslocam entre as estações, desde a entrada, ao lado da avenida, do ônibus BRT e do Largo da Penha, passar por um parquinho de diversões e esperar na fila sua hora de embarcar.

igreja-penha-rio-de-janeiro-estacao

Tem os carros, quase que bondinhos, para você subir sem esforço.

Os trechos de vagão acabam bem onde começa a escadaria de rocha para o Santuário da Penha. Sim! A Igreja da Penha do Rio de Janeiro tem a escadaria esculpida na rocha e na placa, no começo da caminhada, o visitante verá que está subindo os degraus mais famosos do mundo!

estacao-final-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

São três estações. Esta te deixa de frente para os degraus cavados em rocha.

Claro que tem outro vagão da base da escadaria até o topo, na igreja. Nenhum fiel precisa fazer penitência se não quiser.

Como eu fui fazer turismo, passei pelas três estações até chegar na escadaria de pedra. De lá, subi andando para fotografar. E também porque só vi tarde demais que tinha mais um carro para ajudar na subida.

atras-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

A parte de trás da Igreja da Penha do Rio de Janeiro.

Um fato que estranhei é que enquanto eu subia, notei que há na ladeira da Penha vários prédios e casas. São hospitais, escolas e imóveis de uso da igreja. Mas após o terreno da igreja, há uma grande comunidade. O espaço faz parte do conjunto de favelas do Complexo do Alemão. Os moradores do entorno cortam caminho cruzando por dentro do terreno da igreja.

E do alto da rocha é possível ver o mangue que segue para o aeroporto internacional do Galeão, as favelas do Complexo do Alemão, parte da região central do Rio de Janeiro e a rodovia Presidente Dutra.

capela-restauracao-santuiario-igreja-penha-rio-de-janeiro

Quando estive lá, a igreja passava por reformas.

Igreja, Capela, Santuário, Mosteiro, Convento, Basílica

Mas afinal, o que é cada uma dessas construções? Por que tantos nomes diferentes? Não são todas igrejas?

Se o titio Aurélio não brigar com a gente por querer roubar o trabalho dele, vamos aos significados:

Basílica – Substantivo feminino

  1. História e arquitetura – entre os romanos, edifício público, coberto e retangular, com três naves separadas por colunas, que abrigava mercados, tribunais ou onde se reuniam comerciantes e pessoas ociosas, e no qual, mais tarde, se congregaram os primeiros cristãos.
  2. História e arquitetura – designação das primeiras igrejas cristãs que conservaram o mesmo plano desse edifício profano.
capela-santuiario-igreja-penha-rio-de-janeiro

Novamente, o que temos em conta aqui são valores estéticos e artísticos.

Convento – substantivo masculino

  1. Habitação de uma comunidade religiosa.
  2. O conjunto dos religiosos que nela residem.

Hoje, o convento é visto como o claustro para freiras, enquanto que se forem padres, o local recebe o nome de mosteiro.

vista-lateral-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

A Igreja da Penha do Rio de Janeiro vista da avenida que segue até a escadaria.

Capela – substantivo feminino

  1. Pequena igreja, com apenas um altar, área subordinada a uma paróquia; ermida, orada, santuário.
  2. Cada um dos locais, em uma igreja, reservados para oração ou pequenos serviços religiosos, onde fica um altar de santo.

Igreja – o termo serve tanto para o grupo que segue a mesma fé, como a construção utilizada para as reuniões deste grupo.

comunidade-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

A comunidade atrás da Igreja da Penha, no Rio de Janeiro.

Santuário – Refere-se ao templo judaico onde ficava a Arca da Aliança e também ao local onde se celebram as missas.

Agora você vai querer saber o significado de monastério, abadia, catedral, Arca da Aliança, missa… você não prefere viajar para conhecer?

mangue-igreja-da-penha-rio-de-janeiro

O aeroporto do Galeão está do outro lado dessa ponte. Dá para ver a Igreja da Penha de lá.


Dicas de Viagem:

Anúncios