Planejamento de viagem para Inglaterra

Pego de surpresa, descubro que vou viajar para a Inglaterra. Um mês viajando para um país que sempre quis visitar. Arrumar as malas, correr com as providências, pensar nos lugares legais que quero visitar. As maravilhas e as angústias de ir para outro continente. Descubra aqui algumas dicas e compartilhe algumas alegrias.

reino unido inglaterra bandeira a bussola quebrada

Bandeira do Reino Unido. A Inglaterra é um dos países que formam este reino.

O convite veio da forma mais inesperada possível. Ou até impossível, improvável e inusitada. Mas eu iria mesmo viajar para a Inglaterra e conhecer lugares que sempre quis. Bom demais para ser verdade? Acompanhe nossas postagens porque de hoje até o meio do ano, devemos ter muita coisa sobre o Reino Unido aqui em A Bússola Quebrada. E para começar, vamos falar do planejamento para uma viagem internacional com 1 mês de duração.

O convite veio de um casal de amigos, durante o Carnaval. Algo chocante. E como toda surpresa, eu fiquei em choque e sem saber se aceitava ou não. Já tinha meus planos quadradinhos desde o ano passado. E nada do que eu planejei aconteceu como eu disse que ia acontecer. Foi com isso em mente que pensei: “Por que não?”

E os preparativos foram intensos nesses 3 meses.

Muitos e-mails trocados, conversas por Whatsapp – criamos um grupo só para isso. Toda mensagem trocada por um ia para os três – acertar detalhes, vídeo conferências por Hang out do Google Plus, check list de documentos, de o que levar na mala, do que despachar e do que levar em bagagem de mão, de tudo que precisa. E sempre sobra uma dúvida par ao final.

Necessidades de viagem e questões econômicas, documentos, passaportes, estadia, o que fazer por lá.

liverpool a bussola quebrada

Esta imagem é de Liverpool e está no nosso roteiro de viagem.

Colocamos a viagem como grande ideia, mas, para não ser só viajar e gastar dinheiro, colocamos um objetivo mais nobre. Vamos os três estudar. Vamos fazer um curso intensivo de 1 mês em imersão de língua inglesa. Sete horas por dia, cinco dias por semana. A parte triste de verdade é que o curso na Inglaterra ficou mais barato que fazer o mesmo curso no Brasil. Lamentável.

Eu moro em São Paulo. Meus amigos moram no Rio de Janeiro, pertinho da Karina. O voo vai fazer escala e de São Paulo para Londres serão 14 horas de voo. Cara… Nunca passei tanto tempo em um transporte. Nas vezes em que precisei ir a Brasília, paguei mais caro para ficar apenas uma hora no avião e não ter que passar este tempo dentro de um ônibus. Livros, revistas e muita calma na bagagem, dessa vez, não tem outro jeito.

Aeroporto de Heathrow a bussola quebrada

Chegaremos em Londres após 14 horas de voo partindo de São Paulo. Chegaremos pelo aeroporto de Heathrow. O mais movimentado da Europa.

Para contratar o curso, escolhemos uma empresa especializada em intercâmbios.

Para alugar apartamento para três perto da escola, usamos o Airbnb.

Para os locais que vamos visitar, compramos por internet as passagens e ingressos antecipadamente. Fizemos reservas de lugar em atrações. Temos o tempo cronometrado. Parece exagero, mas esse cuidado precisa fazer parte da sua rotina, especialmente na Inglaterra, em que as principais atrações turísticas têm limite de público, os pubs fecham às 23h, as atrações têm hora exata para acontecer e até os meios de transporte são pontuais.

Na viagem, dois homens que querem fazer curso e tomar uma cerveja depois, e uma mulher, que quer fazer comprinhas. OK. Mas até o dia de compras está agendado. Vantagem para o bolso.

paisagem inglaterra cabine telefonica a bussola quebrada

Uma rua que você pode achar em qualquer cidade da Inglaterra.

Em quais lugares você gostaria de ir? Não sei para você, mas para mim, acontece uma espécie de sincronicidade sempre que quero alguma coisa. Se quero algo, se algo me interessa, sempre tem alguém para vir do nada e me contar uma história sobre aquilo que gosto, ou como fazer para comprar. Claro que a explicação mais cientifica é que as pessoas nos falam sobre aquilo de demonstramos interesse.

dolar euro Libra esterlina inglaterra a bussola quebrada

Dólar, Euro, Libra Esterlina. E eu lá, contando moedinhas.

Como demonstrei interesse, soube de parques legais para ver, soube de exposições, shows, eventos, pontos turísticos e bares que pouca gente sabe ou visitou, mas são estes conselhos de amigos que te dão uma tremenda vantagem na hora de chegar a um local novo e diferente daquilo que é o seu dia a dia.

Essas coisas legais que a gente conta aqui em A Bússola Quebrada.

Antes de fazer as malas, a viagem é para quantos dias?

É nessa hora que você tem que fazer as perguntas certas. Hoje, enquanto escrevo este post, o Real está desvalorizado em relação ao Dólar, ao Euro e à Libra Esterlina. Nessa Ordem. E vai ficando mais desvalorizado em cada moeda.

O quê? Você não sabia que o Reino Unido ainda usava a Libra? Sim, eles estão na Zona do Euro, mas não adotaram a moeda. E a Libra está mais valorizada que o Euro. O ideal de viajar para a Inglaterra é começar a guardar dinheiro bem antes de viajar. Especialmente se você for a Londres, famosa por ser a cidade mais cara do mundo.

A moeda estrangeira também foi comprada há mais tempo.

inglaterra reino unido a bussola quebrada

A parte circulada de rosa é Inglaterra. Irlanda, ou Eire, não faz parte do Reino Unido.

Onde você vai ficar?

Na maioria dos países desenvolvidos, você só entra se disser onde vai ficar, quanto tempo vai ficar e o motivo da viagem. Pode até ser turismo, mas você precisa ter tudo explicadinho para passar de boas pela imigração.

Com a Inglaterra acontece a mesma coisa. A parte boa é que brasileiros não precisam de visto para ir para lá. Passaporte na mão, atender a algumas questões legais, levar o dinheiro da viagem, preparação e pesquisa. É importante, no entanto, dizer exatamente para onde vai e onde vai ficar hospedado. Se hotel, hostel, casa de amigo ou parente, alugar, etc.

Quer resolver este problema? Leia nosso post sobre hospedagens e saiba um pouco mais sobre o Airbnb. Você pode alugar a casa de alguém pelo site.

A Karina e eu fizemos isso em nossa Viagem para o Sul do Brasil e agora meus amigos e eu estamos fazendo o mesmo para a Inglaterra. Alugamos um apartamento via Airbnb.

colinas inglaterra a bussola quebrada

Um país tão pequeno, de paisagens infinitas.

Faz frio ou faz calor?

Chegaremos à Inglaterra no começo da primavera. A neve já vai ter acabado na maioria do país. As temperaturas começam a subir. Mas o clima ainda fica entre 5 e 17 graus. Frio pra você? E eu aqui em São Paulo com um calor de 34 graus no outono.

É pegar o casaco no fundo do guarda-roupas, lavar para tirar o cheio de mofo e colocar na mala. Um último detalhe é que a estação das chuvas na Inglaterra começa agora. Guarda-chuvas na bagagem de mão.

inglaterra-stonehenge a bussola quebrada

A próxima foto de Stonehenge que você vai ver aqui será feita por mim.

Mão na cabeça! Documentos!

Vamos ficar apenas um mês no Reino Unido, então, não precisamos pedir visto de permanência. Mas cada caso tem um procedimento. Dependendo do tempo da estadia, é necessário pedir o visto.

Vacinas? A Inglaterra não pede nenhuma extra, mas para países tropicais, é comum pedirem vacina conta febre amarela e doenças regionais. Leve sua carteirinha de vacinação se quiser, especialmente de crianças. Nessas questões de saúde, para entrar na Inglaterra, exigem o Assist Card, um seguro de vida e saúde para você pedir auxílio médico caso precise. Também serve para acidentes pessoais. Lembre-se de que no Reino Unido não tem SUS. Se você precisar de atendimento médico ou algum auxílio nessa ordem, vai ter que ter o Assist Card.

Bamburgh Castle Northumberland Inglaterra a bussola quebrada

Castelo Bamburgh em Nortumberlnad.

O passaporte é o seu melhor amigo em um país estrangeiro. A Regra vale para todo o Reino Unido. Você vai ter que estar com ele o tempo todo, ou bem próximo de você. E cuidado para não perder nem ser roubado. O passaporte brasileiro é o mais valioso do mundo. As quadrilhas sabem que brasileiro pode ter qualquer aparência. Branco, negro, amarelo. Mantenha o cuidado.

Já estava nos meus planos renovar meu passaporte. E como bom brasileiro, eu estava esquecendo e adiando. Apareceu um bom motivo. Corre na Polícia Federal!

Agora está tudo lindo! Lembro que demorava meses para tirar passaporte, era cheio de complicações, ninguém informava direito. Dessa vez, não levei 20 dias entre dar entrada, marcar comparecimento e retirar o documento. Dá até esperanças na gente!

ponte de londres rio tamisa a bussola quebrada

A ponte de Londres. Eu vou até lá e te trago notícias, ok?

Check In e Imigração

Meu voo para a Inglaterra sai quase meia-noite do sábado, mas fui orientado a chegar com 4 horas de antecedência, fazer o check in, verificar se falta algum documento ou acerto final, levar um livro e colocar paciência e calma na bagagem de mão.

Falar em bagagem, as quantidades permitidas para meu voo para o Reino Unido são: Despachar até duas malas com limites de 32 quilos e levar 5 quilos de bagagem de mão sem pagar extra na passagem.

Detalhe que não posso levar nada suspeito na bagagem de mão. E isso inclui desodorante, shampoo, pasta de dentes, aparelho de barbear com lâminas e líquidos. E nem adiante dizer que não concorda!

Imigração na Inglaterra

Ao chegar no Reino Unido, lembre-se: A Imigração é soberana. Não fale demais, responda o que te perguntarem, não seja muito emotivo. Se alguém não for com a sua cara, a viagem acaba aqui.

Ingleses costumam ser formais. Bem mais que os brasileiros. Então, sem piadas ou intimidade. Ouvi isso de um monte de gente e quando eu passar pela imigração da Inglaterra, conto a minha experiência pessoal.

London-Eye-inglaterra londres roda gigante a bussola quebrada

A London Eye ja foi a maior roda gigante do mundo. (Foto: Nico Trinkhaus – veja mais fotos em www.sumfinity.com)

.

 

Warkworth castelo inglaterra

Castelo de Warkworth. Espero caçar alguns fantasmas durante minha estadia.

É bom saber economizar

Conheci um Norueguês que visitou Ouro Preto na mesma ocasião que eu. Ele comia em restaurantes mais populares, lanchonetes. Comia o almoço de todo dia, como qualquer brasileiro. A viagem dele ia levar 6 meses. Foi bem planejada para gastar bem pouco e fazer o dinheiro durar bastante.

Só para comparar, enquanto um prato feito (PF) custava coisa de R$ 7,00, o almoço em um restaurante a quilo ou restaurante mais caprichado podia custar de R$ 17,00 a R$ 55,00 a refeição por pessoa.

Ora, se os europeus que ganham bem acham importante fazer economia, imagine eu, que sou brasileiro.

Por isso escolhemos um apartamento com supermercados perto. Não sei bem o que vamos comer, mas vai ter que ser em conta.

cofrinho-porquinho cofre a bussola quebrada

A Karina implica comigo para me planejar melhor. Eu sei poupar dinheiro. Ela sabe planejar viagens.

Expectativas

Tenho muitas. Cresci ouvindo histórias sobre Robin Hood, ouvindo músicas dos Beatles, achando fantástico o sítio histórico de Stonehenge. Só a comida nunca me convenceu.

beatles a bussola quebrada

Se eles não vêm aqui, eu vou lá.

Meus amigos estrangeiros contam sua vida em Londres, as experiências em Madri, as asperezas e diferenças em Cuba, a cultura totalmente outra nos Estados Unidos, as coisas simples que em outros locais são extraordinárias.

A Karina tem mais conhecimento que eu nesse tipo de viagem. Lembra do giro que ela fez pela Europa? Começou aqui.

O curso está nos esperando e a viagem logo começa. Vou contando para vocês as novidades.

Estamos começando uma nova aventura agora em A Bússola Quebrada. Vem viajar com a gente!

penhasco inglaterra a bussola quebrada

De boas aqui, pegando uma brisa do mar.


Dicas de Viagem:

 

Anúncios