Como sobreviver na Selva ou no Deserto.

Você foi fazer uma viagem ou um acampamento e se perdeu? Não se preocupe. Mantenha a calma e pense que você pode sair vivo com muita história para contar. Veja algumas dicas simples de como achar seu caminho de volta e sobreviver a momentos difíceis.

cactos-por do sol a bussola quebrada

A viagem pode ser ótima com alguns cuidados.

Você que acompanha A Bússola Quebrada sabe o quanto eu gosto de me enfiar em lugares estranhos, como cavernas e mata fechada. Não vá pensar maldade!

O caso é que para voltar bem e razoavelmente inteiro dessas aventuras, eu conto com muita ajuda. Nas cavernas, vou sempre em grupo. A segurança vem em números. E temos sempre um guia, com experiência, treinamento e carteirinha com mensalidade paga.

Já acampei muito, já me diverti muito e já me perdi vez ou outra.

Para quem nunca acampou, fica um pouco difícil de entender como alguém pode se perder em lugares de mata, em terrenos abertos, em florestas. Acontece que cada lugar tem seu perigo.

Locais desertos.

sem orientacao deserto a bussola quebrada

Sem água, sem orientação. Mantenha a calma.

Lugares desertos, muito secos, arenosos podem confundir sua mente com truques. Miragem? Não. Algo bem pior. O truque que falo em locais muito abertos e desertos é a falta de parâmetros conhecidos. Você vê uma pedra distante, mas não sabe ao certo o tamanho da pedra. Pensa que está perto, que não é tão grande, mas a pedra que você está usando para se localizar é bem grande e está muito distante. O mesmo acontece com as ocasionais árvores. Em locais abertos e desertos, não há carros, casas, objetos ou animais que possam servir de referência. E com o calor, sua cabeça vai começar a não funcionar direito. Cansaço e dormência são os inimigos nessa situação.

O calor é outro problema. Aos poucos, o calor intenso diminui sua agilidade e resistência do corpo. E como está calor, você vai querer tirar as roupas pesadas, se sentir mais leve e com a temperatura mais agradável. Outro erro. O sol vai tocar sua pele em mais pontos e a desidratação será mais rápida. A desidratação será consequência e o cansaço e falta de energia e líquidos no corpo pode ser muito perigosa, além de aumentar a desorientação.

sertao deserto a bussola quebrada

Procure se orientar. Navegue.

Como evitar

Procure sombras, caminhe durante o começo da manhã ou fim da tarde, evite os horários de sol mais alto.

Não tire suas roupas, elas estão protegendo sua pele. Beba bastante água. Tente repor líquidos na mesma velocidade em que perde.

E não beba nada com álcool. Apesar de parecer refrescante, o álcool irá aumentar a perda de líquidos.

deserto sozinho a bussola quebrada

Nunca faça isso sozinho.

Como se orientar

Antes de sair para seu passeio, veja para qual ponto cardeal você está indo. Norte, Sul, Leste ou Oeste. E tente voltar para a direção em que o local de partida está.

Procure sempre um leito de rio ou olho d’água. Além de ter água para evitar desidratação, seguindo a correnteza você vai encontrar animais, fazendas, pessoas.

Se puder, ferva a água ou esterilize com cloro antes de beber.

deserto perspectiva a bussola quebrada

Pontos de referência. A pedra está longe ou perto? É pequena ou grande? Tem certeza?

Perdido na Selva.

Falar de se perder na selva pode parecer ainda mais estranho. Mas pense que tudo lá é verde e todas as árvores são bem parecidas. Especialmente em situações de mata fechada, ficar muito cansado, ficar sem água ou comida e se perder acontece muito. A primeira regra é não subestimar o perigo.

sobrevivencia-na-selva-a-bussola-quebrada

Vai sozinho? E se você se machucar?

Acampar sozinho é dar mole ao azar. Por mais que você goste ou queira acampar, se não tiver uma companhia que tenha o mesmo interesse, esqueça. Algumas coisas na vida a gente não deve fazer sozinho de jeito nenhum. Alpinismo, cavernismo, acampamento, mergulho são só alguns exemplos. Lembre-se de que você só tem uma vida. Cuide bem.

Uma coisa que acontece muito em mata fechada é a quantidade de adversidades. Mosquitos, sol forte, cipós que agarram em sua roupa como se fossem feitos de velcro, capim que machuca e corta como navalha, abelhas e marimbondos atacando você por ter chegado perto demais da colônia e animais peçonhentos.

paisagem-sobrevivencia-selva-a-bussola-quebrada

Parece perto. Parece fácil. Só parece.

Eu mesmo estava andando por um córrego e dei de cara com uma cascavel chacoalhando o guizo do rabo e abrindo bem a boca para me avisar que eu deveria manter distância.

Já fui atacado por mosquitos e por um enxame de abelhas. Foi nessa hora que descobri que não era alérgico a insetos. Boa hora para saber dessas coisas.

E quem acha que é só levar um facão para abrir caminho é porque não sabe o que é quando a mata fecha, os cipós se entrelaçam como uma costura e a mata faz verdadeiros paredões à sua volta. Lembre-se de que uma hora seus braços irão cansar. Seu corpo pedirá água e suas pernas começarão a tremer. Uma ajuda para revezar é essencial.

sobrevivencia-selva-a-bussola-quebrada

Em mata muito fechada, nem sempre você poderá ver o sol.

No meio da mata, cada passo é um ato de bravura. Os cipós se prendem em você, segurando seu corpo mas sem dar equilíbrio, amarrando suas pernas, impedindo seus passos. E eles estão em maior número. Um cuidado especial com um cipó chamado “lambe-papo”. É fino, verde claro, parece inofensivo, mas adere às roupas e ao corpo e arranha muito a pele. São comuns as escoriações, que atraem insetos, como a varejeira, que deposita ovos nas feridas. E sim, tive que arrancar uma enorme larva de meu braço um mês após uma trilha puxada.

Como evitar

Para os insetos, calças grossas. Jeans e lona são bons. Mas já tive vespas me picando por cima da calça jeans, então, não economize no repelente e use mangas compridas. Boné, chapéu, protetor solar e cobertura para o pescoço também ajudam.

sobrevivencia-selva-mata-fechada-a-bussola-quebrada

Mata fechada, tempo ruim. Boa hora para manter a calma e estar acompanhado.

Se você se perder, lembre-se de seguir estas orientações da sigla ESAON:

Estacione – Pare. Não tente correr sem direção. Apenas pare e faça o reconhecimento do local.

Sente-se – Está perdido. Acalme-se. O desespero é seu inimigo. Relaxe um minuto. Veja se não há perigo iminente, como um animal selvagem perto de você, pare, recupere o fôlego e acalme-se.

Alimente-se – Isso ajudará a te acalmar e dará um pouco de forças. Fraqueza dá vazio no estômago e fome pode gerar medo. E apavorado você corre mais riscos de tomar as decisões erradas.

sobrevivencia-selva-floresta-a-bussola-quebrada

O lugar que você quer chegar está atravessando o rio, do outro lado dessa mata e depois da serra. Está fácil!

Oriente-se – Enquanto come, procure pontos de referência, olhe a direção do sol e tente achar os pontos cardeais. A dica de procurar um córrego, riacho, rio ou olho d’água serve para esta situação também.

Navegue – Considere sua situação. Se você está perdido em local de difícil acesso, ficar parado pode ser a melhor situação. Acalme-se e espere pelo resgate. Se há perigo e as chances forem menores que 50%, é hora de procurar sinais de vida humana e povoações, casas, fazendas. Mas mantenha sempre a cabeça funcionando bem.

sobrevivencia-selva-siga-rio-a-bussola-quebrada

Siga o curso do rio. De que lado está seu ponto de partida?

Este assunto ainda não acabou aqui. Vamos ter mais dicas para acampantes nos próximos posts.

Conhece boas dicas de sobrevivência? Escreva para nós! Mande sua história!

Anúncios