Desafios e benefícios de viajar em casal

Casais gostam de passar tempo juntos, e viajar na companhia de quem se ama é ótimo. Alguns casais têm gostos em comum, outros são muito diferentes. Para comemorar o aniversário d’A Bússola Quebrada, vamos te contar sobre desafios e benefícios de viajar em casal.

Yayoi Kusama - a bussola quebrada

A Bússola Quebrada está completando 2 anos, e nós estamos sempre conversando sobre viagens.  Viajar a dois nem sempre é fácil, e já falei em outra ocasião que temos gostos muito diferentes. Fabiano é a parte aventureira do casal, gosta de se meter no meio do mato, se enlamear dentro de cavernas e de escalar altas montanhas.  Eu sou a parte que preza pelo conforto, preferindo camas macias, caminhos pouco acidentados e meios de transporte adequados.

Eu e o Fabi em tirinha... ou quase

Sempre temos o desafio de pensar em viagens que vão agradar aos dois. E aprendemos que isso nem sempre é possível.

Alguns lugares e atividades sempre vão agradar mais a um do que ao outro. Qualquer tentativa de agradar aos dois sempre e completamente vai resultar em duas pessoas insatisfeitas e de caras feias. Então, tente acertar mais para o lado de um num dia, mais para o lado do outro no outro dia.

Apresentamos para você alguns desafios e alguns benefícios de viajar em casal.

Planejar a viagem juntos

Trem da vale - a bussola quebada

Planejamento prévio é fundamental. É nesse momento que se fazem as maiores negociações. Assim a vontade de todos é contemplada e não há surpresas indesejadas. E nem brigas desnecessárias.

Lembre-se que independente da viagem, sempre vai faltar tempo e a gente nunca vai conseguir fazer tudo o que queria. Pois é… viagem boa é a que deixa gostinho de quero mais! Então, nada de cobrar o outro se algo sair fora do planejado.

Quitandinha-a bussola quebrada

Fazer acordos antes é importante para saber o que cada um gostaria ou não de fazer. Por mais diferentes que vocês sejam, sempre terão passeios que ambos vão gostar. Tenham em mente que é uma viagem de casal, é para vocês passarem um tempo legal juntos.

E claro, nem tudo precisa ser dividido entre os dois. Principalmente se for algo muito do gosto de um só, ou impossível para o outro. Sempre dá para viajar separados, e fazer sozinhos, com amigos ou família algo que o outro não goste.

Ibirapuera - a bussola quebrada

Orçamentos diferentes

Além dos gostos diferentes, é importante acordar a questão do orçamento. Ao menos para nós, que geralmente dividimos, isso é muito importante. Não dá para um fazer uma viagem de 10 mil reais se o outro só pode gastar mil. A não ser que a parte mais rica esteja disposta a pagar para o outro. E isso também deve ser conversado, porque nem sempre as pessoas ficam confortáveis em serem bancadas.

Gramado - a bussola quebada

Sempre tentamos adequar o planejamento a um orçamento em comum. Na nossa última grande viagem juntos, em que fomos para o Sul do Brasil, falamos da organização do nosso orçamento. Todos os gastos bem anotados!!

Conhecer um ao outro

Impossível passar por uma viagem sem compartilhar coisas que são muito pessoais.

Em viagens, estamos fora de casa, fora dos hábitos, fora de nosso cantinho seguro. Dividir banheiro, dormir juntos, acordar juntos, mesma hora para comer. Parece ser só férias e felicidade, mas também é um tremendo exercício de convivência. Sem contar da dificuldade extra de dois mundos diferentes.

a bussola quebrada

Viajar juntos vai fazer vocês se conhecerem muito mais. Pode ser um bom teste para saber se o relacionamento vai dar certo, especialmente se for uma viagem longa.

Compartilhar momentos para a vida toda

Durante viagens, vocês farão memórias que levarão para toda vida. Mesmo que terminem em algum momento depois, essas serão boas lembranças com alguém, e de momentos que fazem parte da sua história pessoal.

Pode parecer pouco para você, mas o que não for eterno, é ao menos infinito enquanto cada um quiser que seja. A vida segue, as mágoas desaparecem, mas você vai se lembrar para sempre dos bons momentos.

casal-A-Bussola-Quebrada

Resumindo, é preciso saber negociar, respeitar o gosto do outro e não criar expectativas irreais. Conseguindo isso, vocês terão memórias felizes para lembrar para sempre!

PS.:Minhas fotos favoritas da gente juntos. Não temos muitas. Fabiano odeia sair nas fotos e odeia self.

Anúncios