24 Bienal do Livro de São Paulo

Evento obrigatório para quem gosta de ler, a 24ª Bienal do Livro de São Paulo começou semana passada e fica até o começo de setembro esperando por mulheres que amam poesia, crianças que adoram livros coloridos e até homens que só gostam de livros de guerra. Veja as atrações da 24ª Bienal do Livro de São Paulo e viaje na literatura nacional e mundial.

24-bienal-do-livro-entrada-a-bussola-quebrada

Entrada da 24ª Bienal do Livro de São Paulo.

Já está virando tradição. Ano passado, nós estivemos na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, e este ano, vamos repetir o passeio na 24ª Bienal do Livro de São Paulo.

24-bienal-do-livro-criancas-desenho-a-bussola-quebrada

Era pra escrever só no papel?

Domingo de sol, como há tempos não fazia em São Paulo. E o paulistano foi lotar parques, praças, quem sabe praia, e claro, foi vistar a 24ª Bienal do Livro de São Paulo!

E quem for à Bienal este ano verá que há um enorme incentivo para o público infantil. Stands inteiros com livros de personagens infantis, desde os clássicos até os mais modernos, como histórias em quadrinhos, que também conquistam o público adulto, mas com um stand só para a Mônica, que ainda aparece em pelo menos outros dois stands.

24-bienal-do-livro-monica-stand-a-bussola-quebrada

E ainda tem outro stand com os gibis da Turma da Mônica Jovem.

 

24-bienal-do-livro-monica-a-bussola-quebrada

Uma garota lembrou aqui das Mônicas que foram espalhadas por São Paulo em 2012.

Além de clássicos da literatura, está em alta a magia e a era medieval, como contos de fadas, Harry Potter e até Game of Thrones.

Clique para ampliar.

Estava lá também O Pequeno Príncipe, que você vai lembrar, vimos no Mosteiro de São Bento. E tinha até um padre no stand, que deve ser do mosteiro, pronto para responder perguntas.

24-bienal-do-livro-rosa-pequeno-principe-a-bussola-quebrada

O Pequeno Príncipe na Bienal também.

 

24-bienal-do-livro-aviao-pequeno-principe-a-bussola-quebrada

O avião vermelho do Pequeno Príncipe.

E nem só de livros vive a Bienal. A atual cultura pop está bem representada com figuras de ação, brinquedos, utensílios de decoração e artigos de colecionador. Um bom exemplo é o stand todo sobre presentes e coisas úteis ou decorativas inspiradas em livros, games e quadrinhos. Olha esta loja:

24-bienal-do-livro-nerd-a-bussola-quebrada

Já foi o tempo em que Nerd era zoado.

Personagens aparecendo para vender livros, Revistas e Gibis

Clique para ampliar.

Diversidade

Uma coisa que se mostrou bem evidente é a variedade de escritores. Um artista nordestino contando histórias de cordel, poetisas sendo entrevistadas, homens, mulheres e até crianças escrevendo, espetáculos com índios, cabe tudo na Bienal.

Clique para ampliar.

Livros, Revistas e até SEBO

Quem gosta de ler sabe que um sebo é o local onde se compra e vende livros e revistas antigos, usados, fora de catálogo, esgotados. É um bom lugar para completar sua coleção de revistas, achar aquele livro difícil, ou descobrir algumas raridades. E não é que tem até sebo na Bienal?

No local do evento ainda tem praças de alimentação, transporte gratuito, estacionamento enorme, banheiros e fraldários, espaço plano para carinhos de bebê, e também é todo acessível para cadeirantes.

Puxão de orelha.

Algumas atrações bacanas da Bienal são, além dos quiosques bem decorados, pessoas vestidas de super-heróis, personagens de livros, garotos-propaganda das marcas, mas algo bem legal foi este painel, o MENAS, em que estão reunidos os erros mais comuns do dia a dia.

24-bienal-do-livro-erros-a-bussola-quebrada

Veja estas correções e não erre mais.

Um Stand de cultura de PAZ

Em tempos de ódio, revolucionário é pregar a paz.

Um dos últimos stands que visitei foi o Conheça o Slam.

Para quem não sabe, foram os povos árabes que inventaram os números. A luneta, os óculos, o pai do GPS, o homem voador, a matemática, fizeram avanços na arquitetura, no desenho geométrico, e desenvolveram a engenharia como nenhum outro povo até então.

Clique para ampliar.

E claro, um povo que vive numa região de falta de recursos, como comida e água, tem muito a nos ensinar sobre a natureza.

Ao visitar este stand, fui presenteado com vários livros sobre a cultura do Islam, que é uma cultura de paz e respeito. Bem diferente dos extremistas que vemos no noticiário. Vale a pena visitar, conhecer e entender.

Boas Lembranças

E para finalizar, demorei para achar o stand da Martins Fontes. Encontrei lá uma coisa bem legal que remeteu ao primeiro ano de A Bússola Quebrada.

Quem lembra?

Fizemos uma promoção de aniversário em parceria com a Editora Martins Fontes, que coincidiu com a exposição da Mafalda, que estava acontecendo na Praça das Artes, em São Paulo.

24-bienal-do-livro-martins-fontes-a-bussola-quebrada

Um agradecimento a quem nos apoiou. E que bom ver a Mafalda de novo!

Foi bem legal ver de novo o livro que sorteamos. 

Por falar em aniversário, acabamos de comemorar 2 anos de A Bússola Quebrada completos no sábado!

Veja o post aqui: A Bússola Quebrada faz 2 anos!!


Dicas de Viagem:

Vai de transporte público? Desça no Metrô Tietê. Tem uma linha exclusiva de ônibus que te leva até o Anhembi em dois minutos.

Veja aqui o site da 24ª Bienal do Livro de São Paulo – http://www.bienaldolivrosp.com.br/

Baixe o aplicativo. Ajuda a achar os stands das editoras.

Para chegar fácil ao local – http://www.bienaldolivrosp.com.br/Visitar/Como-Chegar/

Anúncios