Entenda o que é o Turismo Voluntário.

Fazer o bem faz bem. Fazer turismo faz bem. Viajar faz bem. E se esta geração quer mesmo mudar o mundo e fazer o bem, uma boa dica é pesquisar as oportunidades de realizar turismo voluntário.

voluntourism-a-bussola-quebrada

Fonte: Projects Abroad

A ideia é tão simples quanto parece. Você vai viajar para algum lugar do mundo que sempre quis conhecer, fica um tempo por lá, tem uma tremenda imersão cultural e social, sai conhecendo a fundo o local, o país, os costumes, e sai até falando bem a língua. Ou não, vai do seu interesse.

Até aí nenhuma novidade. Parece só mais um intercâmbio, férias, nada além. O detalhe é que você vai deixar de lado os lugares da moda, o glamour das praias e as festas e vai meter o pé em algum pedaço de chão sem muitos confortos, sem grandes empreendimentos turísticos, com belezas naturais rústicas, pobreza e muitas dificuldades. E você não vai lá para curtir, vai para trabalhar mais que qualquer outra coisa. Sem compra em shopping e nada de dormir até mais tarde para “repor as energias”.

quenia-voluntourism-a-bussola-quebrada

Fonte: Volunteer Vacations.

Voluntourism

Volunturismo. O novo termo é um neologismo para descrever o Turismo Voluntário, o turismo feito por pessoas que realmente querem ajudar quem está precisando de ajuda urgente, ou que sofrem de problemas crônicos, como é o caso de locais de extrema pobreza, regiões assoladas por desastres naturais ou países que estão saindo de guerras.

Quando a gente fala assim, todo mundo pensa logo em países pobres da África, Haiti, ou os fundões da Ásia e Oriente Médio. Mas também acontece de uma organização precisar de pessoas colaborando aqui no Brasil mesmo, como é o caso do Turismo Voluntário na Chapada dos Veadeiroshttp://www.travessia.tur.br/pt-br/default.asp – Que é uma região turística, mas que ao mesmo tempo, tem uma população em necessidade, que pode ser auxiliada de várias formas por pessoas de diferentes formações.

peru-voluntourism-a-bussola-quebrada

Turismo voluntário no Peru. Fonte: Projects Abroad.

Apenas para dar um exemplo internacional, o site Volunteer Vacationshttp://volunteervacations.com.br/ “oferece” destinos como Afeganistão, África do Sul, Costa Rica, Gana e Índia, que são países conhecidos por suas dificuldades, pobreza, conflitos internos e diferenças sociais. Mas também tem destinos como Brasil, que sabemos bem os problemas que tem, França e até Estados Unidos, que não é nenhum sonho para muita gente.

Outro site bem legal de Turismo Voluntário é o Projects Abroadhttp://www.projects-abroad-la.org/ – todo em espanhol, mas que te ajuda a ir para lugares das Américas, África e Sul da Ásia.

Seja qual for a necessidade, o voluntário que se identificar com esta ou aquela localidade, deve estar ciente de que vai para aprender, que vai viajar, mas que vai ser puxado. E que não vai ter moleza. Pelo contrário, vai receber uma missão.

tailandia-voluntourism-a-bussola-quebrada

Fonte: Volunteer Vacations.

Só para dar uma ideia, os custos de viajar para o Quênia variam entre R$ 2.000,00 e R$ 3.000,00 para uma ou duas semanas, respectivamente. Sem contar as passagens de avião.

O voluntário conhecerá bem a cultura de tribos locais, saberá das dificuldades, vai aprender um pouco da língua e dos costumes, mas precisa saber um pouco de inglês e tomar algumas vacinas, como a de febre amarela.

Na Tailândia, o trabalho será cuidar de uma população de elefantes que ultrapassa três mil indivíduos, mas que estão correndo perigo de extinção.

elefantinho-voluntourism-a-bussola-quebrada

Elefantinho do Quênia. Fonte: Volunteer Vacations.

Seja qual for sua escolha, o que faz bem a todo o planeta é pensar que nosso mundo está mudando. E já mostramos vários jeitos de viajar de formas diferentes, como se hospedar na casa de pessoas que oferecem a casa para você, ou gastando menos ficando em pequenos estabelecimentos, como hostels, como nós já ficamos.

Turismo Voluntário é uma maneira bem legal viajar, conhecer de fato uma cultura e um país, entender que este mundo precisa de um jeito diferente de enxergar a vida e ainda fazer amizades que vão durar a vida toda.

Mas claro, você viu que lá fora as ONGs e empresas que atuam no segmento de Turismo Voluntário já notaram que o Brasil precisa de ajuda. E já que estamos por aqui, será que não é uma boa olhar para o lado e ver quem está precisando de uma ajuda aqui perto de nós?

Você já fez Turismo Voluntário? Como foi? Conte sua experiência para nós!

 

Anúncios