Día de los Muertos, Halloween e Finados.

Toda cultura tem o hábito do luto, do sentir a partida e de também festejar ou transformar em dia santo aqueles em que as pessoas se vão. Pode ser triste para alguns, porém, em diferentes partes do globo, as comemorações para os finados são alegres e fazem parte da cultura popular. Halloween, El Día de los Muertos ou Finados, conheça mais sobre as festividades em torno da vida e da morte, da alegria e do luto.

Morrer é parte da vida, e para alguns, é o começo de uma viagem longa. Os mistérios sobre o que existe do outro lado, se há um outro lado, e a parte mais enigmática dessa grande jornada que se chama vida.

morte-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Atenda a Morte batendo à sua porta.

O cinema adora trabalhar com o tema de mortos voltando ao mundo dos vivos. Seja para o terror, seja para a comédia. Recentemente, tivemos uma refilmagem de “Os Caça-Fantasmas”. E quem não se lembra de “A Noiva Cadáver”, ou de “O Estranho Mundo de Jack”, ambos do diretor Tim Burton?

El Día de los Muertos

Falar de morte pode assustar alguns, mas não é o que acontece no Día de los Muertos, celebração típica mexicana.

cartaz-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Cartaz da Fiesta de Los Muertos no Memorial da América Latina.

Segundo as antigas tradições, durante os dias 1 e 2 de novembro, os mortos têm permissão dos deuses para visitarem parentes e amigos no mundo dos vivos. E mesmo que a data pareça sinistra, o evento se passa com muito humor, alegria, festividades, comida e bebida.

A decoração mexicana se encarrega de dar cores ao branco e especialmente o preto, característicos da morte. A escuridão serve apenas para ajudar a destacar cores e efeitos luminosos. Doces e confeitos parecendo caveiras e enfeites de cruzes e esqueletos completam a decoração. As pessoas se fantasiam como podem. E a maquiagem ajuda a quem quer entrar no espírito da festa.

concurso-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Concurso de casais vestidos de traje social completo para a ocasião.

Apesar da origem pagã, o Día de los Muertos faz parte do calendário religioso do México atual e a festividade, que no passado foi combatida pela igreja Católica, hoje é bem aceita e recebe missas especiais para a ocasião.

Halloween

Outra festa que tem se tornado comum no Brasil é o Halloween.

Também conhecido como o Dia das Bruxas, e durante muito tempo proibido, a data é bem antiga e faz parte do calendário pagão.

artistas-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Artistas caracterizados para o Día de los Muertos.

Funciona assim: A festa católica é comemorada mesmo no dia 1° de novembro, que é o Dia de Todos os Santos, data em que todos os mártires são homenageados. A ideia é não discriminar ou esquecer ninguém e fazer uma reverência aos homens e mulheres, ou, todos os santos, conhecidos ou desconhecidos, e assim, de um jeito bem calmo e cerimonioso, fazer reverência aos heróis religiosos.

O detalhe é que a festa conhecida como Halloween acontece mesmo é na noite do dia 31 de outubro, ou seja, na véspera do Dia de Todos os Santos. Em inglês, All Hallows Eve, onde o “all” significa todos, a palavra “hallow” é uma corruptela ou jeito caipira de dizer holly, ou, santo. E “eve”, é uma abreviação para evening, o começo da noite, ou, a véspera. É um jeito bem popular de se referir a algo que para muitos é sagrado.

castical-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

A religiosidade e o sagrado também estão presentes no Día de Los Muertos, ainda que haja cores, festa e alegria.

Mas a festividade do Halloween tem origem bem mais antiga. Vem do paganismo celta, os primeiros habitantes das ilhas da Europa, onde hoje é a Inglaterra, Escócia, Irlanda, País de Gales e Ilha de Man.

O Halloween é uma festividade para homenagear o deus da colheita e da vida, e pedir proteção para o inverno que chega no hemisfério norte. Os dias frios e as noites longas, a neve e poucas plantas, faziam com que as pessoas não saíssem de casa com frequência. A caça era pouca, e lobos e ursos rondavam a vilas e espreitavam nas florestas.

dia-de-los-muertos-exposicao-a-bussola-quebrada

Objetos de decoração para o Día de los Muertos.

 

decoracao-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Esqueletos, caveiras, velas, sustos e festas.

Também na cultura celta, se dizia que os mortos vinham à Terra visitar os vivos. A data tem a ver com o solstício de verão no hemisfério sul e o a noite mais longa no hemisfério norte, e seu nome original era Samhain.

Dia de Finados

Finalmente, a data que acaba com todas as festas. Nada de dança, nada de cores, nada de música alta. O Dia de Finados criado pela igreja Católica era sério, sisudo. Ao invés de comida e bebida, jejum e oração. O ritual de acender velas para os mortos, fazer orações, missas e vigílias noturnas pretendia auxiliar os mortos a encontrarem a paz e o caminho certo para a vida espiritual.

dia-de-los-muertos-garcia-a-bussola-quebrada

O evento no Memorial da América Latina homenageava finados recentes, como o ator brasileiro Domingos Montagner e o cantos mexicano Juan Gabriel, ambos falecidos recentemente.

dia-de-los-muertos-montagner-a-bussola-quebrada

Os altares de homenagens para o Día de los Muertos são coloridos, cheios de adereços e adornos.

Mas claro que se fantasiar, festejar, comer e beber está se tornando bem mais popular que a tradição cristã.

Aproveitando a época, o Memorial da América Latina, fez neste final de semana um evento em parceria com órgãos de turismo e desenvolvimento do México e fizeram uma grande festa com comidas típicas, dança, exposição fotográfica, e muita cultura!

mexico-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

O tema pode ser sinistro, mas a lembrança do Día de los Muertos não precisa ser de pesar.

Nas exposições, monitores explicavam aos visitantes o que era o Día de los Muertos e sua importância cultural no México. Nada de choro, tudo era alegria. E mesmo que se fale de uma festa de morte, a celebração lembra mesmo como pode ser boa a vida.

A festividade de Día de los Muertos é tão importante para o México, que em 2003 foi declarada pela UNESCO Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade. A mensagem da festa é que se há algo além dessa vida, se há uma viagem para ser feita, faremos com alegria, porque afinal, é parte dessa grande viagem que é a vida!

mariachis-dia-de-los-muertos-a-bussola-quebrada

Festa mexicana tem que ter mariachis.


 Dicas de Viagem:

Leia mais sobre o Día de los Muertos aqui – https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Mortos

Aqui você pode saber mais sobre o Dia de Todos os Santoshttps://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_de_Todos-os-Santos

Leia mais aqui sobre o Dia das Bruxashttps://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_das_bruxas

Saiba mais aqui sobre o Dia de Finadoshttps://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Fi%C3%A9is_Defuntos

 

.

Anúncios