Exposições da FIESP

Teatro, exposições, cinema, música, ópera, circo, fotografia, artes. O Centro Cultural da FIESP tem tudo isso a oferecer, bem no coração da Avenida Paulista. Fomos ver o que está em cartaz e recomendamos a visita!

Domingos Montagner, em seu trabalho na Cia. La Mínima.

Domingos Montagner, em seu trabalho na Cia. La Mínima.

Você que acompanha A Bússola Quebrada sabe que já fomos à FIESP para ver peças de teatro e exposições. Uma das mais famosas foi a concorrida exposição de obras de Leonardo da Vinci. Você viu que o trabalho da FIESP é muito bom e que a programação deles é de primeira!

Programação gratuita no Centro Cultural FIESP.

Programação gratuita no Centro Cultural FIESP.

Henri Cartier-Bresson – Primeiras Fotografias

Desta vez, fomos ver exposições variadas. A começar pela mostra Primeiras Fotografias, de Henri Cartier-Bresson.

Imagine que há até bem pouco tempo, era assim que as pessoas se vestiam para ir à praia.

Imagine que há até bem pouco tempo, era assim que as pessoas se vestiam para ir à praia.

Para quem curte fotografia, como eu, uma tremenda aula de técnica, junto com a história da fotografia em um de seus personagens mais icônicos.

Contando com aproximadamente 40 fotografias emolduradas e com filme de curta metragem sobre sua vida e obra, a exposição Henri Cartier-Bresson – Primeiras Fotografias fica em cartaz na FIESP até 25 de junho.

Clique nas Imagens para Ampliar:

La mínima 20 Anos

Penso que todos que gostam de teledramaturgia devem guardar com carinho a imagem de Domingos Montagner, falecido recentemente. Mas se a pessoa nos deixa, a obra fica. E uma prova de que o ditado está correto é a exposição La Mínima – 20 anos.

O livro de comemoração La Mínima em Cena.

O livro de comemoração La Mínima em Cena.

A surpresa para muita gente é que Domingos Montagner era grande fã do circo, tanto que o começo de sua carreira é o grupo de teatro La Mínima, que transportava o universo do circo itinerante, dos palhaços e do picadeiro para o teatro de arena, palco ou mambembe.

Ainda que a fama tenha chegado, o antigo projeto continua vivo com vídeos, apresentações circenses no local da exposição, e o livro comemorativo dos 20 anos da La Mínima, companhia de teatro.

As homenagens podem trazer lágrimas, mas o picadeiro é lugar de riso e a obra do ator é sempre emocionar, trazendo o melhor da vida para a arte. E a exposição tem ainda “mestres de cerimônia, que são os guias para as peças e significados.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Construções Sensíveis

Um dos maiores espaços do Centro Cultural da FIESP está ocupado agora pela exposição de arte contemporânea Construções Sensíveis, montada graças ao acervo da coleção Ella Fontanals-Cisneros, representando um recorte do abstracionismo na América Latina, contando com mais de 120 obras de 63 artistas vindos de sete países e utilizando suportes e mídias variadas para atingir os objetivos da arte: Sensibilizar e incentivar o pensamento e a reflexão.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Teatro na FIESP

Já pude ver muitas peças no Teatro FIESP. E em cartaz agora temos Pagliacci, inspirado na famosa ópera, mas fazendo par com a exposição La Mínima 20 anos.

Uma tragicomédia para rir e entender melhor a vida de nossos semelhantes. O detalhe aqui é que a Cia. La Mínima de Circo e Teatro é a responsável pelo espetáculo.

Teatro do SESI, no Centro Cultural FIESP.

Teatro do SESI, no Centro Cultural FIESP.

Veja a programação:

  • Construções Sensíveis – Até 18 de junho;
  • Henri Cartier-Bresson – Primeiras Fotografias – Até 25 de junho;
  • La mínima 20 Anos – Até 09 de julho;
  • Pagliacci – Teatro – Até 02 de junho;
  • Refluxo – Teatro – Até 02 de julho.
Pagliacci - No Teatro SESI.

Pagliacci – No Teatro SESI.

Esta programação é com entrada gratuita.

Mas atenção: é preciso reservar os ingressos antecipadamente pelo site ou, contar com a sorte e chegar ao Centro Cultural FIESP com uma hora de antecedência para ver se consegue uma desistência para entrar.

Café ao lado do Teatro SESI.

Café ao lado do Teatro SESI.

Aproveite para tomar um café no novo espaço ao lado do Teatro SESI e, caso precise estudar em um lugar calmo e tranquilo bem no meio da Avenida Paulista, o prédio da FIESP conta ainda com este espaço de lounge, com wi-fi, mesas, cadeiras e uma vista da tranquilidade do jardim.

Lounge e jardim na FIESP. Sente-se, relaxe. Trabalhe em paz.

Lounge e jardim na FIESP. Sente-se, relaxe. Trabalhe em paz.

O Centro Cultural da FIESP é fácil de chegar. Só ir até a estação Trianon do Metrô de São Paulo, linha verde, Avenida Paulista. Você vai sair na entrada da FIESP. E se estiver a pé, aqui está a fachada do prédio. Tem como não ver?

Saída do Metrô Trianon e entrada da FIESP.

Saída do Metrô Trianon e entrada da FIESP.

.


Dicas de Viagem:

Endereço da FIESP:
Av. Paulista, 1.313 – Prédio da FIESP
Em frente à estação Trianon-Masp do Metrô

Aqui é o site da FIESP. Você encontra mais informações e programação – http://www.fiesp.com.br/

Este é o site do Centro Cultural FIESP, onde você descobre tudo o que a instituição tem a oferecer – http://www.centroculturalfiesp.com.br/

Saiba mais sobre Henri Cartier-Bresson – https://pt.wikipedia.org/wiki/Henri_Cartier-Bresson

.

.

.

.

 

Anúncios