Vá de Bike!

Bicicleta, bike, magrela. As rodinhas da famosa bicicleta nunca estiveram tão na moda quanto agora. Desde as mais meigas, com cestinha ou jardineira, confortáveis, aro 10 ou mountain bike, as bicicletas entraram de vez no trânsito das grandes cidades e vêm, merecidamente, conquistando seu espaço. Venha pedalar com a gente pela cidade e sempre que puder, vá de bike.

Uma paisagem do campo. Lá se usa muito bicicleta.

Uma paisagem do campo. Lá se usa muito bicicleta.

Minha infância foi marcada por coisas simples. Todas as crianças queriam coisas bem simples. Bolas de futebol, bonecas, mas a bicicleta era unanimidade. Não havia criança que não quisesse ter uma bicicleta. E nem precisava de marchas! Era coisa de quem tinha muito dinheiro. Que tivesse duas rodas boas, já era o suficiente. Freio era opcional. E cheguei até a andar em modelos antigos que tinham freios nos pedais. Brecar aquela coisa horrorosa era um desastre. Algumas de minhas piores cicatrizes foram graças a alguma bicicleta. Mas eu cresci, e hoje, minhas piores cicatrizes são devidas a uma motocicleta. Essa já veio sem as rodinhas.

A facilidade de poder ir e vir mais rápido que andando, a vantagem de ser barata, o bem que o exercício faz, a economia de combustível e o fato de ser um veículo não poluente, seria perfeito se os motoristas respeitassem os ciclistas. Mas não dá pra exigir que certos quadrúpedes sejam tão evoluídos quanto alguns bípedes. A natureza tem dessas diferenças.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Ainda lembrando da infância, recordo de pequenas viagens a cidades pequenas, seja litoral ou interior, em que é muito mais comum ver bicicletas, sendo pilotadas por pessoas de todas as idades, inclusive os mais idosos, que vão para todos os lados, devagar ou rápido, porque além de ser mais fácil trafegar de bicicleta, as pessoas se sentem bem. Em cidades menores, o trânsito tende a ser mais humano, as pessoas se conhecem. Lembro de passar por  fábricas, empresas, ruas de comércio e praças e ver os estacionamentos com as vagas preenchidas por dezenas de bicicletas. Quase não via carros, mas via bicicletas estacionadas.

Passear de bicicleta nas ruas que margeiam a praia é bom demais! Sem essa de ir de carro. Os moradores das cidades litorâneas usam as bicicletas sempre que podem. E se posso, faço o mesmo. É ir com calma, olhando a paisagem, curtindo o sol e a brisa.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Em cidades do interior, mesmo com ruas de pedra ou paralelepípedo, ainda é comum ver a população feliz, indo ligeira de bicicleta para todos os lados. Bem, talvez nem tanto nas cidades serranas, como é tão comum em Minas Gerais, onde o ciclista precisa ser realmente um atleta para subir tanto morro.

Ciclofaixas para todos

Pratique ciclismo. Vá de bike!

Pratique ciclismo. Vá de bike!

Já que estamos escrevendo sobre bicicletas, vamos aproveitar e fazer um pouco de ativismo.

Tudo bem se você prefere carro, mas poxa, tem outro ser humano pilotando a bike. Será que tirar um pedacinho do seu estacionamento grátis ou da sua comodidade é tão ruim assim? Pensa bem, cada vez que uma pessoa usar bicicleta, é um carro a menos para disputar espaço com o seu precioso possante.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Bicicleta não é incômodo. É opção saudável para quem já cansou de ver a vida passando pela janelinha do carro. E nem adianta comprar conversível. Pedalar pode ser mais cansativo, mas você economiza no bolso e melhora a saúde.

E olha outra vantagem: Você já soube de alguém que foi atropelado por um ciclista embriagado? Ciclistas e motociclistas tendem a ser mais cuidadosos, porque se fazem algo errado, são usualmente os mais prejudicados. Vamos deixar o ódio e o preconceito de lado e abraçar a ideia de usar mais a bicicleta. Se você trabalha longe, precisa do carro para levar muitos objetos, roda o dia todo pela cidade, volta tarde para casa, sem crise. A gente sabe que não está fácil para ninguém. Mas poxa, não implica com quem pedala.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Sabia que as primeiras ideias da bicicleta surgiram com Leonardo da Vinci? Coisa de gênio! E se você se colocar a pedalar, ao menos uma vez por semana, vai ver como sua disposição vai melhorar, como sua saúde vai melhorar e como sua cabeça vai funcionar melhor. Mais oxigênio no cérebro, mais ideias, mais criatividade, mais saúde.

Quer ser mais gênio? Um dia por semana, deixe o carro na garagem e use uma bicicleta. Você vai sentir a diferença dos pés à cabeça.

Sempre que puder, vá de bike!

Anote aqui seus passeios. Vá de bike!

Anote aqui seus passeios. Vá de bike!

.


Dicas de Viagem:

Gostou dos produtos com bicicleta? Veja todos aqui – http://www.colab55.com/@abussolaquebrada/tees/bicicleta

Quer saber mais sobre a história da bicicleta? Aqui tem – https://pt.wikipedia.org/wiki/Bicicleta

Aqui você vê todas as peças da lojinha – http://www.colab55.com/@abussolaquebrada

E aqui você consegue desconto na primeira compra: https://www.colab55.com/via/abussolaquebrada

.

.

.

.

 

Anúncios