Dicas de Como Viajar com Crianças

Quando a viagem é com crianças, a grande maioria das pessoas pensa em parques temáticos, praia ou hotéis fazenda, lugares onde as crianças podem brincar e correr. Mas a verdade é que dá para viajar com crianças para muitos outros destinos, como cidades grandes e cobiçadas por turistas adultos.

Na Disney tem castelo, mas na Europa tem muito mais. Esse ai é na Inglaterra.

Descobrir, se deslumbrar, se encantar são características típicas de uma criança. E todos os lugares têm esse potencial. E para quem é pequeno e vê tudo tão maior e mais bonito, passear por prédios, torres, lagos ou canais, pode ser ainda mais mágico.

Visitas a museus e parques podem ser muito divertidas para crianças. Há museus interativos, outros que têm atividades voltadas pra crianças. Seus filhos e sobrinhos também gostam de aprender coisas novas. As possibilidades são muitas, ciências, arte, tecnologia. Museu não é só coisa velha e chata, não!

O Museu do Amanhã no Rio de Janeiro é um exemplo de museu que as crianças adoram. Cheio de tecnologia, multimídia, interativo e com atividades voltadas para o público infantil.

Dependendo da quantidade de crianças e de suas idades, é possível os pais deixarem os pequenos em uma atividade para irem curtir uma atração mais adulta. Existem agências especializadas que fazem roteiros para crianças e existem locais para as crianças passarem o dia ou a noite – gincanas infantis no Louvre, dormir no Museu de História Natural em Nova York, workshops para crianças ou Day Camp – enquanto os pais vão fazer compras, ao teatro ou até a um jantar romântico.

 

Instigando a imaginação

Uma boa ideia é aguçar a curiosidade das crianças com livros antes das viagens. Além de vários livros com histórias infantis que se passam em cidades como Paris, Nova York ou Londres, existe uma coleção de livros bem legal que se chama “Tudo o que você sempre quis saber – Proibido para adultos” e conta fatos  e curiosidades sobre a cidade com muitas ilustrações e linguagem adequada para o público infantil – adultos também gostam, eu posso garantir!

Série de livros para instigar a curiosidade das crianças sobre os lugares a serem visitados.

Muitos filmes e desenhos animados também se passam em cidades reais e isso pode aumentar o interesse da criança em conhecer aquele lugar. Pontos que viraram turísticos em Londres depois de Harry Potter; o Central Park que foi o lar dos animais que foram parar em Madagascar; e os Minions que passaram por um monte de cidades diferentes no mundo até encontrarem o Groo.

Pode levar as crianças na Austrália para ver como o Sydney Opera House está hoje.

Tenho certeza que quem tem crianças em casa vai saber um monte de outros exemplos, e até mais atuais do que esses que eu falei.

 

Planejamento

Quando se viaja com crianças, o planejamento se torna ainda mais importante. O ritmo das crianças é diferente do ritmo dos adultos. Quando estamos sozinhos, não precisamos pensar muito na hora que vamos parar para comer ou onde. Com crianças essas paradas se tornam fundamentais.

Mas também abrem a oportunidade de conhecer restaurantes interessantes.

Claro que dá tempo para passeios temáticos pelo mundo da fantasia. É só organizar com antecedência.

As atrações também devem ser planejadas e, se necessário, reservadas com antecedência. Afinal, ninguém quer crianças tristes por não conseguirem ir a uma atração tão sonhada apenas por falta de planejamento antecipado.

Fazer um roteiro ajuda a saber quais atividades vai fazer com as crianças durante todo o dia e evitar que elas fiquem entediadas. Crianças pequenas exigem rotinas mais rígidas do que crianças maiores, e um bom roteiro pode dar conta de todas essas diferenças.

Por mais controverso que seja, crianças adoram ver bichinhos, seja em aquários, zoológicos, parques ou mergulhando.

Marcia Primo Costa, fundadora da empresa de roteiros de viagem Bespoke Life cita vários destinos que são sim possíveis de ir com crianças: “dá para ir à França, com Paris e arredores, fazer day camps com preços muito acessíveis, deixar a crianças se divertindo para um dia de compras, por exemplo, ou visita a museus.  Nova York também tem muitas atividades para serem feitas com as crianças e também tem ótimos serviços de camp, restaurantes que recebem muito bem as crianças. Além disso, quem for no inverno, terá patinação no gelo!”

Se os adultos viram criança na neve… imagina a alegria dos pequenos!

Outro destino que ela cita é Veneza: “dá para ir no carnaval, em fevereiro e esticar até as Dolomitas para esquiar – com pistas suaves, ótimas para quem está começando, gastronomia incrível e vistas maravilhosas”, revela Marcia, que finaliza: “é possível citar muitos outros exemplos para as férias de julho: as capitais do mar do norte, por exemplo, Canadá, a região de Provence, na França, a Normandia com seus museus, uma viagem à Espanha com Madri e país Basco, Portugal, Itália – todos podem oferecer ótimos roteiros para se fazer com as crianças”.

 

Se o assunto é viajar com crianças, nós temos as dicas aqui.

Se o assunto é viajar com crianças, nós temos as dicas aqui.

Coisas que não podem ser esquecidas

Viajar com crianças é geralmente mais dispendioso. E isso tem que ser levando em conta na hora de planejar a viagem em família.

Além das atividades extras, da alimentação mais regrada e de uma hospedagem que atenda as necessidades das crianças – por exemplo, dificilmente você vai conseguir um quarto compartilhado em hostel – as comprinhas acabam sendo maiores para quem tem crianças.

Brinquedinhos para distrair durante a viagem, primeiros socorros, várias trocas de roupas…

Outro ponto é prestar atenção na mala. Crianças sujam mais roupas e precisam levar mais coisas. Inclusive parece que a quantidade de coisas é inversamente proporcional ao tamanho da criança. Quanto mais novo, mais coisas a criança necessita.

A documentação e identificação das crianças também são fundamentais. Pulseirinhas, cordões ou qualquer outra coisa que possa estar sempre junto à criança com o nome e contato dos responsáveis é imprescindível.

As crianças podem e devem ter experiências culturais, mas sempre com diversão!

.


Dicas de Viagem

Para os papais e mamães que forem planejar viagens com crianças, há a Coleção Férias em Família da Publifolha, com várias cidades pelo mundo e dicas de atrações e atividades para fazer com crianças. E a Coleção Com A Família, também da Publifolha, tem dicas de Veneza, Paris, Berlim, Londres, Amsterdã, Nova York e Roma.

A coleção “Tudo o que você sempre quis saber – proibido para adultos” da Lonely Planet é originalmente em inglês (Not For Parents: Everything you ever wanted to know), para o português, que eu saiba, até agora só tem sobre Paris, Londres, Roma e Nova York.

Na versão de língua inglesa tem sobre Austrália, China, EUA, e sobre regiões mais abrangentes, que são América do Sul, Ásia , Europa, África e Grã-Bretanha.

Esse site é especializado em dicas de viagens com crianças: http://viajandocompimpolhos.com/

E se tiverem mais dicas, é só compartilhar com a gente nos comentários!!

.

.

Anúncios