Turismo Religioso – Templo Zu Lai

Na cidade de Cotia, pertinho da cidade de São Paulo, há um pedacinho do Tibete. Um templo budista com todas as cores, estátuas, desenhos, arte, decoração, filosofia, crenças e palavras de sabedoria e conforto para os viajantes cansados. Quer conhecer um lugar novo e bonito? Vem ver o Templo Budista Zu Lai, em Cotia. Quer acalmar a alma? Pare e ouça algumas palavras. Seja qual for a sua busca, a viagem vai te fazer bem.

Os textos budistas falam de um homem privilegiado e rico. Alguém que nasceu em meio ao conforto e facilidades. E que abandonou tudo porque discordou de ser este único abençoado enquanto tantos sofriam.

A origem do budismo está relacionada à renúncia de bens materiais e o cuidado desinteressado com o próximo. Valores como fraternidade, entendimento, respeito ao outro e à natureza, incluindo os animais, busca do conhecimento e da constante melhoria de si mesmo e por consequência, do mundo à nossa volta.

Religião, filosofia, crença ou mito, cada um vai acreditar no que lhe convém. Uns preferem dogmas duros e rígidos, outros precisam de incentivo e compreensão. Mas uma coisa é fato: Viajar faz bem ao corpo e à mente. E se você acredita na existência da alma, viajar leva sua alma para crescer, para viver e tocar o mundo de uma maneira única e emocionante. E o templo budista Zu Lai é um daqueles lugares que oferecem aos visitantes este tipo de experiência nova, emocional e revigorante.

Para quem acha que precisa ir até o outro lado do mundo para saber mais sobre o budismo e ver o capricho em estátuas douradas, decoração pensada em detalhes, cores vivas e jardins lindos, coloridos, floridos e impecáveis no cuidado com cada pequena planta, temos a alternativa simples, rápida e de custos muito menores.

O Templo Zu Lai é uma pequena parte real e fiel do Tibete a menos de quarenta quilômetros de São Paulo, seguindo pela Rodovia Raposo Tavares. A gente deixou o endereço e um link para o mapa nas Dicas de Viagem, no fim da página.

O Templo Zu Lai de Cotia

Construído em 1992 e ampliado durante os anos, o Templo Zu Lai procura nacionalizar os ensinamentos de Buda, palavra que significa “O Iluminado”, e difundir para brasileiros o conteúdo de uma filosofia religiosa que prega, entre outros pontos, amor a toda a criação. O que significa que seus praticantes são, em geral vegetarianos.

O Jardim do Templo Zu Lai

As construções que você vai encontrar no Templo Zu Lai foram feitas por arquitetos chineses, vindos especialmente para este trabalho. E muito da decoração, como estátuas, mantos, tapetes, desenhos e pinturas, também vieram diretamente do Tibete, na China. Além da arquitetura, idêntica aos templos do Tibete, o visitante verá o jardim dos 18 Arhats, que são estátuas que representam monges iluminados. Eles são chamados assim por terem percebido verdades que são base para as crenças do budismo.

Logo na entrada tem um lindo jardim, todo trabalhado e enfeitado que vale super a pena conhecer.

Clique nas Imagens para Ampliar:

Parceria com a Mix Aventuras

Quem está sempre no Templo Zu Lai é a Hirlei Gonçalves, da Mix Aventuras. Ela organiza grupos de viagem de aventura e turismo religioso. E conta pra gente algumas informações sobre a visita.

O Templo Zu Lai tem horários para visitação. Algumas atividades são monitoradas e pagas, mas o Tai Chi Chuan no pátio do Templo Zu Lai,que começa às 9:30h, é gratuito e livre para qualquer idade.

O estacionamento é grátis e tem seguranças e O Templo Zu lai tem alguns equipamentos bem modernos, como a cafeteria e uma linda loja de souvenires. Só que eles só aceitam dinheiro ou cheque. Não tem máquina de cartão. E do lado da cafeteria tem um museu muito bonito, cheio de artigos da China e representações do budismo de várias formas, também gratuito.

Quando eu levo o pessoal, sempre oriento quanto às roupas e normas de conduta dentro dos templos. Os monges levam a sério seu trabalho. Tratam todo mundo com respeito, mas ninguém vai entrar de shortinho cavado ou sem camisa num lugar considerado sagrado, né gente?

Se você quiser assistir as cerimônias, será muito bem-vindo, mas só vai poder sair depois de 2 horas. Antes não é permitido. Outra atração que tem horário é a visita monitorada, que é paga e só acontece depois da cerimônia do dia, que começa pontualmente às 09h e vai até 12h ou 13h.

No Templo Zu Lai você também pode acender varetas de incenso para seus ancestrais. Essas varetas são gratuitas e eles ensinam como fazer o ritual. E depois você sorteia um papel com uma mensagem budista, que eles dizem, ter sido encaminhada única e especialmente para você.

Outra parte do cerimonial no Templo Zu Lai é o chá servido a todos, à vontade e sem custo algum. Eles servem chá verde à vontade para todos.

Interessou? Veja as nossas Dicas de Viagem, programe sua visita e leve sua alma para crescer durante uma viagem diferente de todas que você já fez.

Boa viagem e que a paz esteja com você!

.


Dicas de Viagem:

Para visitar o Templo Zu Lai, veja aqui os contatos da Hirlei Gonçalves, da Mix Aventuras e veja quando sai o próximo grupo – www.facebook.com/mixaventuras

Veja aqui indicações para chegar ao Templo Zu Lai:
Telefone: (11) 3500-3600
zulai@templozulai.org.br
Estrada Fernando Nobre, 1461.
(Acesso pelo Km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares)
CEP 06705-490. Cotia – São Paulo – Brasil
http://www.templozulai.org.br/
Olha aqui um mapa para te ajudar – goo.gl/y5pxTi

Se precisar, aqui está o site da Prefeitura de Cotiawww.cotia.sp.gov.br

Se você gosta do assunto religiosidade, descoberta e aventura, temos uma entrevista com o Rafael Scanavacca, que foi ao Nepal, escalou o Monte Everest e teve uma experiência transformadora. Leia mais aqui.

.

.

.

Anúncios