5 dicas para quem vai à Copa do Mundo na Rússia

Após o sorteio dos grupos da Copa 2018, chegou a hora de planejar a viagem para acompanhar de perto os jogos do mundial. A Confidence Câmbio preparou 5 dicas com o passo a passo para quem já está se preparando para o evento. Confira:

.

.

As apostas já estão rolando sobre quem vai levar o caneco na Copa do Mundo da Rússia. Já vi quem quer ver o resultado de uma final entre Argentina e Brasil. Porém, pessoalmente, creio que as chances de a Alemanha disputar a final são grandes. E tenho um bom tanto de convicção que o Brasil deve estar na disputa para ver se leva o famigerado hexa. Fiz minha aposta. Vamos ver no que vai dar. 

Mas, enquanto a gente faz apostas, aqui estão 5 dicas para quem pretende viajar para a Rússia para ver a Copa do Mundo. Planeje a compra dos ingressos, faça reserva de moeda estrangeira, reserve hotéis e lembre de levar agasalhos. Vai ser verão na Rússia, mas o clima lá é bem diferente do nosso.

.

.

1) Ingressos

Para participar dos jogos, o primeiro passo é garantir os ingressos. Os torcedores têm até dia 31 de janeiro de 2018 para se inscreverem no site da FIFA e participarem do segundo sorteio eletrônico (o primeiro aconteceu em outubro). O último sorteio acontece em 18 de abril. Os valores variam de US$ 105 a US$ 1100, dependendo dos jogos e setores nos estádios.

.

.

2) Passagens e hospedagem

Para chegar à Rússia a viagem é longa: de 17 a 35 horas, dependendo do tempo de conexão. O valor para esses voos, ida e volta, é estimado em torno de R$ 5 mil, mas os preços podem ficar cerca de 20% a 30% mais caros conforme o evento se aproxime, valendo a pena pesquisar bem e planejar a compra antecipada. É preciso também ficar atento ao deslocamento entre as cidades que vão sediar as partidas. A Rússia é um país tão grande quanto o Brasil e as distâncias entre as cidades-sede podem ser bem grandes.  As melhores opções de deslocamento são os trens ou aviões, que oferecem diversos preços e tempo de duração de viagem.

Na hora da hospedagem, o ideal é que o turista defina quais cidades pretende visitar e, a partir daí, pesquise hotéis, hostels ou apartamentos para alugar o quanto antes. Em média, hotéis três estrelas ficam lotados rapidamente e custam cerca de R$ 250 a diária, oscilando conforme aperte a demanda.

E neste vídeo você pode ter uma ideia dos estádios para a Copa do Mundo da Rússia:

.

3) Pacotes de viagem

Para os que optarem por não viajar por conta própria, diversas agências de turismo já possuem pacotes que incluem passagens aéreas, hotel e transporte na Rússia, como a Agaxtur que também são correspondentes cambiais da Confidence – dessa forma, o torcedor já sai do Brasil com tudo certo.

.

Zabivaka, o lobo siberiano mascote da Copa da Rússia, com nome complicado.

Zabivaka, o lobo siberiano mascote da Copa da Rússia, com nome complicado.

.

4) Seguros e documentações

Antes de embarcar, também é preciso estar com toda a documentação em dia. Os brasileiros não precisam mais de visto para entrar na Rússia desde 2010, a não ser aqueles que pretendam ficar no país por mais de 90 dias. A única obrigatoriedade é que o passaporte tenha validade mínima de 6 meses. Há também algumas exigências dependendo do tempo de estadia nas cidades, e o turista pode encontrar informações detalhadas no site do Itamaraty.

Um detalhe importante, porém não obrigatório, é o seguro do viajante. O produto oferecido pela Confidence, por exemplo, possui assistência médica, odontológica, seguro de acidentes e de bagagem, além de assistência jurídica e suporte 24h. Esse tipo de garantia extra ajuda a assegurar que a viagem seja mais tranquila, sem necessidade de se preocupar com possíveis imprevistos.

.

.

5) Compra de moeda

A moeda oficial da Rússia é o rublo. Apesar de alguns turistas optarem por levar moedas “coringas” como euro ou mesmo dólar, o ideal é carregar já do Brasil parte do dinheiro em rublo russo, evitando pagar mais caro com a bitributação na troca da moeda em uma nova operação de câmbio no local. Desde outubro, a Confidence Câmbio já dispõe do rublo russo em seu portfólio para facilitar a compra gradual e planejada para a viagem. Em São Paulo, os clientes podem encontrá-la nas lojas físicas da Confidence. Em outras localidades, é preciso fazer encomenda ou então, optar pelo delivery

.

.

Além do dinheiro em espécie, vale também levar um meio de pagamento alternativo para gastos complementares. Para fugir de surpresas com o cartão de crédito e garantir um porte de valores seguro, a melhor alternativa são os cartões pré-pagos. Os cartões da Confidence comportam até seis moedas diferentes e podem ser recarregados online ou pelo app, além de permitirem saques em moeda local. 

.

.

Agradecimentos: Confidence Câmbio

.

.

.

Anúncios