Agenda Cultural 16-02-2018

Passou o Carnaval. Feliz Ano Novo!! E o ano começa pra valer no Brasil com uma Agenda Cultural cheia de arte, cultura, exposições, teatro e comida por São Paulo, Rio de Janeiro, capitais e litorais! E vamos curtir muito o final de semana!

.

São Paulo/SP

Heineken apresenta novo projeto de verão, Heineken Block, inspirado nos eventos de rua que dominam a cena de diversas capitais ao redor do mundo.

Projeto abrirá ao público pela primeira vez a Vila dos Ingleses, no centro de São Paulo e tem abertura marcada para 17 de fevereiro.

São Paulo, janeiro de 2018 – A partir do dia 17 de fevereiro, sábado, a Heineken, cerveja Premium líder no mundo, apresenta seu o novo projeto de verão, Heineken Block, que ocupará a Vila dos Ingleses, no centro de São Paulo, que será aberta pela primeira vez para receber o público. O projeto é inspirado nas Block Parties, festas que ocupam as ruas de diversas cidades ao redor do mundo para celebrar a música, arte e o convívio em espaços públicos ao ar livre.

Heineken Block faz parte da plataforma global da marca intitulada Cities, que tem o objetivo de inspirar os consumidores a desvendar os segredos de suas cidades e transformar de maneira positiva o espaço público. No Heineken Block, seis artistas que trazem em suas trajetórias intervenções urbanas serão convidados para ressignificar a Vila dos Ingleses.

.

Entrada da Vila dos Ingleses: espaço público receberá sequência de festas, shows e DJs

Entrada da Vila dos Ingleses: espaço público receberá sequência de festas, shows e DJs

.

“Com Heineken Block queremos convidar as pessoas a descobrir locais pouco explorados da cidade e inspirá-las a ocupar e transformar estes espaços”, afirma Vanessa Brandão, diretora da marca. “Há alguns anos, Heineken foi pioneira ao redescobrir os rooftops e, agora, apresenta ao consumidor brasileiro a tendência mundial de festas de rua como forma de aproveitar o verão ao ar livre na cidade”, conclui Vanessa.

A Vila dos Ingleses é um conjunto de 28 casas construídas entre 1915 e 1919 no centro de São Paulo para abrigar os engenheiros ingleses que trabalhavam na construção da Estação da Luz. Para receber o Heineken Block, a Vila ganhará uma série de intervenções artísticas, além de shows de diferentes vertentes, pensados como um recorte do que há de mais novo e diverso no cenário musical atual.

Idealizado e realizado pela Hands, o Heineken Block terá programação até 11 de março, sempre aos sábados e domingos, com acesso gratuito mediante cadastro na lista que será disponibilizada em breve no site do projeto. As informações sobre as festas e a lista também serão disponibilizadas na página do evento no Facebook.

Heineken Block – Vila dos Ingleses
Local: Rua Mauá, s/n, Luz
Abertura para convidados: 17 de fevereiro, sábado, às 15h
Abertura para público: 18 de fevereiro, domingo, às 15h
Dias de funcionamento: sábados e domingos, até 11 de março

 

Núcleo Desastre no Sesc Pompeia com a estreia de e o espetáculo A Cabine

A Cabine, que será apresentada nos dias 15 e 16 de fevereiro, inspira-se no nome dado as salas nos palácios ou em residências de aristocratas em que se guardavam e se expunham objetos ou seres que não podiam ser explicados pela ciência da época, conhecidas também como Câmara das Maravilhas. Na história cultural ocidental, há diversas personagens femininas que, por características peculiares, foram expostas como quimeras ou seres híbridos, despertando horror e fascínio. O foco específico em A Cabine está nessas formas femininas que foram passadas como “monstros”, reforçando, assim, o tema de pesquisa do Núcleo Desastre sobre representações femininas (abordagem presente nos trabalhos Atrás da Cortina e Avesso).

“Com isso, pretende-se abordar, como pano de fundo, questões relacionadas a representações e estereótipos associados à mulher, bem como despertar uma reflexão acerca das questões do preconceito e da aceitação”, explica a intérprete Mariana Duarte.

Por meio de técnicas acrobáticas realizadas em um andaime, o grupo traz a experiência de existência de duas personagens confinadas em uma cabine. Assim, surgem imagens, pequenas ações e microrrelatos que se tecem e se desfazem num determinado recorte de espaço-tempo. “Fala-se sobre o normal e o anormal, mas sem deixar claro qual é qual. Fala-se sobre aquele que vê e aquele que é visto, sobre seus diferentes pontos de vista, e sobre a confusão desses dois lugares. Fala-se sobre o que existe de ordinário na anormalidade, e sobre o que existe de extraordinário na normalidade. Fala-se, sobretudo, do acolhimento de se sentir parte, do afeto que vem da cumplicidade, da troca de segredos e da confiança”, destaca Mariana.

Serviço:
A Cabine
Dias 15 e 16 de fevereiro de 2018. Quinta e sexta, às 20h
Área de Convivência
Grátis | Não recomendado para menores de 14.
Sesc Pompeia Rua Clélia, 93.

Espetáculo ‘Brincadeira de Roda’ estreia no Teatro de Arena Eugênio Kusnet

Com atores e bonecos, peça apresenta personagens de livros infantis, como fadas, bruxas, reis e príncipes disfarçados.

As crianças têm diversão garantida no Teatro de Arena Eugênio Kusnet. De 17 de fevereiro a 1º de abril, fica em cartaz o espetáculo Brincadeira de Roda, com o grupo A JACA EST, que se apresenta aos sábados e domingos, sempre às 16h. Os ingressos têm preços populares.

.

.

O espetáculo, com atores e bonecos, tem como cenário um livro grande e colorido. Um contador de histórias (Brincante) abre o livro e, dele, surgem uma fada, uma bruxa e músicos tocando e cantando um desafio. Os personagens se apresentam e convidam o público para assistir às histórias do livro, recolhidas por todo o Brasil, e também para aprender brincadeiras e jogos de diversas regiões do país. As histórias falam de fadas, bruxas, rei, príncipe disfarçado de mendigo e do universo infantil. O Brincante é constantemente interrompido pela bruxa, que o proíbe de contar histórias com final feliz, em que ela sempre leva a pior. É armada, assim, uma grande confusão.

Teatro de Arena Eugênio Kusnet
(Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque)

Espetáculo: Brincadeira de Roda
De 17 de fevereiro a 1º de abril. Sábados e domingos, às 16h.

Ingressos: R$ 20 (meia-entrada: R$ 10) – Cartões não são aceitos
A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.
Duração: 60 min. Classificação etária: 5 anos.

Espetáculo ‘Aguenta a mão, João!’ estreia no Teatro de Arena Eugênio Kusnet

Peça aborda o universo de Adoniran Barbosa, personagem mais conhecido do músico e ator João Rubinato

No dia 16 de fevereiro, sexta, às 21h, o Teatro de Arena Eugênio Kusnet recebe a estreia do espetáculo Aguenta a mão, João! O musical encenado pelo grupo A JACA EST fica em cartaz até o dia 1º de abril, de quartas a sábados, às 21h, e domingos, às 20h. Os ingressos têm preços populares.

.

.

O espetáculo é baseado na vida e na obra do poeta, músico, compositor e ator Adoniran Barbosa, pseudônimo de João Rubinato e seu principal personagem. Rubinato conviveu desde a adolescência com os acontecimentos e as transformações da cidade de São Paulo, com a famosa garoa, as ruas movimentadas e a arquitetura característica. Sempre lutou para atuar e fazer sua música, ser reconhecido no campo artístico e compreendido pelo seu tempo. A peça apresenta casos e anedotas contados pelo personagem sobre sua vida passada, presente e futura, sua relação com os companheiros de “maloca” (como chamava o lugar onde morava), o início da carreira como calouro de rádio e a primeira composição que lhe rendeu um prêmio em um concurso de marchas carnavalescas. O espetáculo conta, ainda, as histórias da boemia e das canções, narrando como foram compostas e gravadas. A trilha sonora é executada ao vivo pelos atores, que ora são músicos, ora são João, ora são personagens que habitam o universo de Adoniran Barbosa. Na apresentação, são utilizados assovios, caixas de fósforos, palmas, percussão corporal, violão, cavaquinho, pandeiro, surdo, caixa, sax e trompete.

Teatro de Arena Eugênio Kusnet
(Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque)

Espetáculo: Aguenta a mão, João!
De 16 de fevereiro a 1º de abril. De quartas a sábados, às 21h. Domingos, às 20h.

Ingressos: R$ 30 (meia-entrada: R$ 15) – Cartões não são aceitos.
A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.
Duração: 75 min. Classificação etária: 12 anos.

.

 

 

Mundo dos Sabores no Shopping Metrô Itaquera

Festival gastronômico do centro de compras conta com pratos a R$ 13,90

Já pensou em conhecer as melhores receitas de restaurantes renomados por apenas R$ 13,90? O Shopping Metrô Itaquera realiza entre os dias 8 a 28 de fevereiro o Festival Mundo dos Sabores, uma experiência gastronômica envolvendo os principais fast-foods do centro de compras.

Fevereiro será o mês de comer bem gastando pouco. O festival também é a oportunidade ideal para conhecer as duas Praças de Alimentação do Shopping Metrô Itaquera, além dos novos restaurantes, como Ragazzo, Johnny Rockets e Outback, recém-inaugurados na expansão. Atualmente, o empreendimento conta com cerca de 40 operações dos mais variados segmentos alimentícios.

.

.

Para deixar o festival mais convidativo, o Shopping Metrô Itaquera conta ainda com uma campanha promocional para que os clientes possam aproveitar as liquidações nas lojas do centro de compras e também no Festival Mundo dos Sabores. A cada R$ 200 em compras nos estabelecimentos comerciais do empreendimento, o cliente poderá trocar as notas fiscais em brindes úteis na cozinha e que dão charme à decoração de casa.

“A hora da alimentação é um momento sagrado, por isso, queremos que os clientes tenham uma lembrança especial do Shopping Metrô Itaquera em suas casas. Seja na hora do preparo do alimento ou na refeição, participaremos de alguma maneira de momentos compartilhados com familiares e amigos”, afirma o gerente de marketing do Shopping Metrô Itaquera, Fábio Quintana.

Os clientes poderão escolher entre quatro objetos: faca personalizada, prato colecionável, moedor de pimenta ou sal e conjunto de espátulas de silicone. A promoção é limitada e válida enquanto durar o estoque.

Festival Mundo dos Sabores

Data: 8 a 28 de fevereiro
Horário: De segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas; domingos e feriados, das 14 às 20 horas (lojas) e das 11 às 22 horas (Praça de Alimentação)
Local: Praças de Alimentação e restaurantes do Shopping Metrô Itaquera (Avenida José Pinheiro Borges, Itaquera)
Mecânica: Pratos a R$ 13,90. A cada R$ 200 em compras, pode-se trocar por um brinde da promoção

PROGRAMAÇÃO CINE SESC – 15 A 21 DE FEVEREIRO 2018

Estreia

Antes do fim

Dir.: Cristiano Burlan. Brasil, 2017, 82 min.
Jean sente-se preso na lógica de longevidade que a indústria farmacêutica o impõe e decide planejar um suicídio consciente. Ele convida Helena para que o suicídio seja a dois. Ela, por sua vez, hesita, pois sabe que viverá bem, inclusive, se precisar ficar só, mas o ajuda em suas intenções. O silêncio entre eles não revela distância, mas intimidade. São anos de um afeto compartilhado. Juntos, prepararão todos os detalhes para o funeral. Jean dança a morte enquanto Helena segue ensaiando a vida. Nesse processo, os dois se dão conta de que antes do fim ainda há uma vida inteira.

Não recomendado para menores de 10 anos
De 15 a 21/2, quinta a quarta, às 15h e 19h.

Sessão

Acossado
À bout de souffle. Dir.: Jean-Luc Godard,França, 1960, 90 min.

Michel Poiccard é um criminoso, obcecado por Humphrey Bogart, que rouba um carro, mata um policial e vai para Paris, onde conhece Patricia Franchini, uma linda garota americana que vende jornais na Champs-Élysées. Poiccard tenta persuadi-la a fugir com ele para a Itália, sem lhe contar que é um foragido da justiça.

Não recomendado para menores de 14 anos
De 15 a 21/2, quinta a quarta, às 17h

.

.

Visages, Villages

Dir.: AgnèsVarda. França, 2017, 89 min, DCP
AgnèsVarda e JR têm coisas em comum: sua paixão por imagens e, mais particularmente, o questionamento sobre os lugares onde elas são mostradas e a maneira como são compartilhadas e expostas. Agnès escolheu o cinema. JR escolheu criar galerias fotográficas ao ar livre. Quando os dois se conheceram, em 2015, imediatamente quiseram trabalhar juntos ¿fazer um filme na França, longe das cidades. Em encontros aleatórios ou planos pré-concebidos, eles partem em direção a outras pessoas e as convidam a segui-los em sua viagem no caminhão fotográfico de JR. Vencedor do Olho de Ouro de melhor documentário no Festival de Cannes.

Não recomendado para menores de 10 anos
De 15 a 19 e 21/2, quinta a segunda e quarta, às 21h

Especial

Sessão 35 MM – O bandido da Luz Vermelha
A proposta é, por meio da exibição no formato 35 mm, reavivar a experiência do cinema em película. De clássicos a filmes contemporâneos, o CineSesc convida para rememorar a fotografia em movimento.

O Bandido da Luz Vermelha

Dir.: Rogério Sganzerla, Brasil, 1968, 102 min.
A proposta é, por meio da exibição no formato 35 mm, reavivar a experiência do cinema em película. De clássicos a filmes contemporâneos, o CineSesc convida para rememorar a fotografia em movimento. Nesta edição, o filme escolhido será o primeiro longa-metragem de Rogério Sganzerla (1946-2004) que completará 50 anos em 2018. O filme, inspirado na vida do célebre assaltante João Acácio Pereira da Costa – alcunhado pela imprensa de “Bandido da Luz Vermelha” – é considerado o marco inicial do cinema marginal. Jorge é conhecido como “Bandido da Luz Vermelha”. Extremamente violento, assalta residências em São Paulo e com estratégias particulares consegue enganar a polícia. Boçal e arrogante, ele gasta dinheiro de forma extravagante em companhia de Janete Jane. Envolvido com um político corrupto e outros assaltantes, Luz Vermelha é traído e acaba encurralado. No entanto, ele vê uma única saída para sua carreira criminosa: o suicídio.

Não recomendado para menores de 14 anos
Dia 20/2, terça, às 21h30

Instantâneos no Hall.
O Bandido da Luz Vermelha– Cabine fotográfica interativa na qual o público pode ensaiar diferentes performances frente a câmera fotográfica e levar o resultado em fotos instantâneas. Grátis.

Festival Sesc Melhores Filmes
O Festival Sesc Melhores Filmes, o mais antigo da cidade de São Paulo, tem no ano de 2017 a sua 44ª edição com programação variada. Por meio do site:
melhoresfilmes.sescsp.org.br, você poderá votar nas categorias estabelecidas e contribuirá para a seleção dos ganhadores.

Votação Festival Melhores Filmes – Ipad
O público poderá votar nos seus filmes e profissionais do cinema favoritos através dos ipads que ficarão disposto no hall.

Livre

.

.

Exposição – Ozualdo Candeias, Fotografias
Ozualdo Ribeiro Candeias foi precursor do Cinema Marginal e um dos expoentes do cinema autoral no Brasil. Sua trajetória está ligada à história da Boca do Lixo, polo de produção cinematográfica que chegou a ser responsável por cerca de 50% da produção dos filmes nacionais nos anos 1970. Em paralelo à sua produção cinematográfica, Candeias registrou fotograficamente o dia a dia da Boca do Lixo com suas câmeras Exakta 50 mm e Nikon, entre os anos 1960 e 2000. A exposição “Ozualdo Candeias, Fotografias” presta uma homenagem ao seu primeiro longa, A margem, que em 2017 completa 50 anos de lançamento. Além disso, são retratados diversos diretores e técnicos que atuaram na Boca, registrando os principais personagens que marcaram a história e revelando, de um modo próximo e espontâneo, o cotidiano do cinema paulista da época. Entre os retratados, Carlos Reichenbach, Luiz Sérgio Person, José Mojica Marins, Roberto Santos, entre outros. Curadoria: Eugenio Puppo. Classificação: livre.

Alimentação

Lanches 2018
De 11/1 a 31/12, segundas a domingos, às 13h15

Ingressos

Segundas, terças e quintas – R$ 17(inteira); R$ 8,50 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes; R$ 5 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante).

Quartas – R$ 12; R$ 6; R$ 3,50.
Sextas, sábados, domingos e feriados – R$ 20; R$ 10; R$ 6.
Cine Clubinho:  Retirada de ingresso uma hora antes
R. Augusta, 2075 – Cerqueira César, São Paulo – SP, 01413-000

.

 

Shopping Light recebe exposição de fotografia sobre a cidade de São Paulo

Mostra “São Paulo, por Ricardo Beccari” traz retratos de vários pontos da metrópole a partir de registros do experiente fotógrafo

Com o objetivo de valorizar os diversos cenários de São Paulo, o Shopping Light – empreendimento localizado no centro da cidade – promove uma nova exposição de fotografia. A mostra “São Paulo, por Ricardo Beccari” reúne 20 imagens da cidade captadas sob a ótica do fotógrafo, que possui 36 anos de experiência na área.

“O Shopping Light tem como missão valorizar a cidade de São Paulo. A exposição é mais uma forma de exaltarmos as belezas que temos não só pelo centro, com suas construções históricas, mas também de outros pontos da cidade, que também são retratados na mostra”, comenta Gabriel Lima, Coordenador de Marketing do Shopping Light.

A exposição fica no local de 16 de fevereiro a 10 de março. Os visitantes do Shopping Light poderão apreciar as imagens que ficarão expostas em painéis no Piso Térreo. Entre as fotografias, são registrados diversos pontos famosos da cidade de São Paulo, como o prédio da Light, Terraço Itália, Mosteiro, Anhangabaú, Edifício Martinelli, Edifício Altino Arantes, Viaduto Santa Efigênia, Ibirapuera, Av. Paulista entre outros.

.

.

“Muitas vezes passamos por pontos importantes da cidade sem prestar atenção na beleza e na relevância que aquele local tem na construção da São Paulo que conhecemos hoje. Com a fotografia podemos nos atentar mais a esses detalhes e nos surpreender com um cenário que até então nos parecia comum, mas na verdade muito havia a ser descoberto sobre ele”, conclui Gabriel.

Ricardo Beccari nasceu em São Paulo e desde 1982 atua no ramo da fotografia. Especializado em fotografar aviões em pleno voo, o que o tornou conhecido mundialmente, e fotografia publicitária, o experiente fotógrafo concentra sua lente também nos diversos cenários paulistanos, em registros feitos ao longo de sua carreira.

As imagens desta exposição foram selecionadas de um acervo com mais de 100 imagens que farão parte do livro “São Paulo, por Ricardo Beccari”, que será lançado em breve pelo fotógrafo. “A cidade de São Paulo é como uma mãe que abraça a todos os seus filhos e a quem chega aqui. Devemos cuidá-la e preservá-la resgatando e divulgando sempre a memória da cidade”, afirma Beccari.

.

A praça Ayrton Senna recebe seu primeiro Cine ao Ar Livre

Com realização do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura e patrocínio da Comgás, as exibições vão acontecer do dia 19 ao dia 25 de fevereiro, na praça que fica localizada próximo ao Parque do Ibirapuera e vão privilegiar títulos nacionais.

No dia 19 de fevereiro, começa o primeiro Cine ao Ar Livre, na Praça Ayrton Senna, a mais nova praça de São Paulo, com sessões entre 10h e 20h, todos os dias até 25 de fevereiro. Segundo os organizadores, a ideia é ampliar o acesso à sétima arte, com foco na produção cinematográfica nacional, ocupar de forma criativa o espaço urbano e possibilitar que portadores de deficiências possam usufruir da mesma forma, com um local acessível e sessões com audiodescrição.

.

.

Serão 4 sessões todos os dias e para todas as idades, iniciando com a infantil, às 10h, e a última sessão às 18h. Entre os filmes exibidos estão Zootopia, Moana e Rio 1 para as crianças e O Bem Amado, O ano em que meus pais saíram de férias, O Homem do Futuro, A dona da história, Linha de Passe e Cidade de Deus na sessão de gala, para adultosAntes de cada filme, será exibido um curta metragem da Melies, Escola de cinema e animação, e, no domingo, o curta Sob o Véu da Vida Oceânica da O2, que recebeu prêmio de melhor curta pelo juri popular no 25º Animamundi. Na primeira sessão infantil do dia será apresentado um teatro pedagógico sobre a introdução à história do cinema, falando sobre George Méliès e como começaram os efeitos especiais.

Para os organizadores, a escolha do local foi fundamental para garantir o sucesso do evento: “a praça Ayrton Senna é um espaço aberto ao público geral, amplo e ao ar livre, com alto fluxo de pessoas no entorno e localização de fácil acesso, o que propicia um evento amplo e democrático”, explica Suzana Vilhena, Diretora da Sagarana, agência organizadora. Além disso, a praça já tem piso plano e calçada com rampa, o que facilita o acesso de cadeirantes e pessoas com deficiência.

As sessões terão duração de até 2h antecedidos de curtas-metragens de animação. Além do cinema, o evento contará com food trucks à tarde e à noite. A programação oficial do evento e a retirada de ingressos estarão disponíveis no site www.cineaoarlivre.com.br e Facebook da ação.

O Cine ao Ar livre é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, com patrocínio da Comgás e TMK.

.

Com obras inéditas “Arquivo Bijari” é prorrogada na galeria Anti-Pop

Obra “Citações de Prateleira” que pode ser vista na galeria Anti-Pop
 
“Arquivo Bijari 1997-2017”, mostra retrospectiva que celebra os 20 anos do coletivo Bijari segue aberta ao público até o próximo dia 2 de março na galeria Anti-Pop em Pinheiros. A entrada é gratuita e o horário de visitação é de segunda a sexta-feira das 10 às 18 horas.
 
O espaço, inaugurado em dezembro para abrigar a exposição com 40 obras, conta também com a inédita “Citações de Prateleira” (foto acima) na qual citações sobre o pensamento utópico dos anos 60 são aplicadas a banners promocionais de supermercado.
.
.
Segundo Maurício Brandão, sócio e artista do Bijari, além de marcar a data simbólica de duas décadas de existência do coletivo, “Arquivo Bijari” leva ao público questões atuais sobre as dinâmicas de poder na construção do espaço urbano e a possibilidade da arte intervir nesses processos e nas suas narrativas.
 
Ainda na entrada da Anti-Pop o visitante é convidado a conhecer a obra “Natureza Urbana” em que um carro abandonado foi transformado em jardim.
 
O Bijari conta com trabalhos expostos em locais como a Kollective Kreativitat em Kassel-Alemanha, no Palais de Glace, Buenos Aires, em Medellin na Colômbia e na Creative Time em Nova York. Em 2017 o grupo esteve com a obra “Contando con Nosotros” na LA/LA Pacific Standard Time em Los Angeles.
 
Exposição “Arquivo Bijari 1997- 2017” – Galeria Anti-Pop
Local: Galeria Anti-Pop – Rua Padre João Gonçalves, 81, Pinheiros– (11) 3815-7729
Período expositivo: até 28 de fevereiro de 2018
Horário: de segunda a sexta-feira, das 11 às 18 horas (é necessário tocar o interfone para atendimento).
Entrada gratuita

.

São Caetano do Sul – Grande ABC – São Paulo

Sesc São Caetano apresenta o Projeto “Cena Aberta”

O Sesc São Caetano apresenta nas sextas, 16 e 23 de Fevereiro a partir das 20h o projeto “Cena Aberta”, que propõe uma programação aberta à diversidade técnica e estética das diversas linguagens artísticas, incluindo literatura e dança em seus diferentes públicos, com entrada gratuita.

16/02 – CarnaPretas – Diversão sem preconceito (Literatura)
Dentro do contexto festivo de carnaval, o coletivo propõe com um novo espetáculo a reflexão e a desconstrução de preconceitos e estereótipos transmitidos através das tradicionais marchinhas de carnaval. Com paródias, poemas e músicas autorais, o CarnaPretas vem para mostrar que diversão e preconceito não combinam.

.

.
23/02 – Vem dançar o Funk Soul – Com Soul Sisters (Dança)
Quem nunca sentiu vontade de dançar, quando ouviu aquela música? Neste espetáculo o público terá a oportunidade de reviver as danças sociais que ocorriam nas festas em residências, casa noturna e grandes estádios, nas décadas de 70, 80 e 90, em que o grande foco era as danças com passinhos marcados.

SERVIÇO:
Sesc São Caetano
Dias 16 e 23 de Janeiro
Rua Piauí -554 Santa Paula – São Caetano do Sul
Duração: 60 minutos
Recomendação etária: Livre
Ingressos: Grátis.
Capacidade: 60 pessoas
Telefone para informações: (11) 4223-8800
Para informações sobre outras programações acesse o portal sescsp.org.br
Horário de atendimento/bilheteria do Sesc São Caetano – De segunda a sexta, 9:00 às 21:30, sábados e feriados, das 9h às 17h30.

 

 

 

Sesc São Caetano “Multirão Verde” Meio Ambiente

No dia 17 de Fevereiro a partir das 10h o Sesc São Caetano realiza o “Multirão Verde” que aborda temas ligados ao meio ambiente  e sustentabilidade, com a ideia de socialização, consumo consciente, produção do próprio alimento, conceitos de reaproveitamento e aproveitamento total de objetos e alimentos, que fazem parte do projeto “Pé de Broto”. Atividade gratuita e não necessita de prévia inscrição.

Nesse encontro, todos estão convidados a colocar a mão na massa para, em uma ação coletiva, cuidar da horta de orgânicos do Sesc São Caetano, ao mesmo tempo em que trocamos experiências e colocamos em prática técnicas de plantio da permacultura. Inspirando que novas sementes se espalhem pela cidade.

.

.

Realizada pelo grupo “Quintal Orgânico Itinerante” que tem como  proposta a Arte-Educação Ambiental que difunde práticas ecológicas, como compostagem, plantio agroecológico de alimentos e ervas aromáticas e, também, a reutilização de materiais descartados e o incentivo a uma vida em harmonia com a natureza.

SERVIÇO:
Sesc São Caetano
Rua Piauí -554 Santa Paula – São Caetano do Sul
Dia: 17 de Fevereiro
Classificação: Livre
Ingressos: grátis
Telefone para informações: (11) 4223-8800
Para informações sobre outras programações acesse o portal sescsp.org.br/saocaetano
Horário de atendimento/bilheteria do Sesc São Caetano – De segunda a sexta, 9h às 21h30,sábados e feriados, das 9h às 17h30.

. ..

Bertioga – Litoral de São Paulo

7ª edição do Wine Summer reúne vinhos de todo o mundo na Riviera de São Lourenço.

Nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2018, a Riviera de São Lourenço, no litoral norte de São Paulo, recebe mais uma vez o Wine Summer. Em sua sétima edição, o evento reúne os maiores produtores e importadores de vinho, tendo como foco os vinhos para o verão.

.

.

Criado pelos organizadores do Wine Weekend e do Concurso Mundial de Bruxelas Brasil, o Wine Summer promove a cultura da degustação de vinhos a beira mar e, este ano, conta com a participação de importadores que representam mais de 30 nacionalidades. Países como Argentina, Chile, África do Sul, França, Itália, Portugal e Alemanha estarão representados, assim como importantes produtores nacionais como Perini e Salton.

Durante o final de semana, o Espaço Riviera receberá os visitantes que poderão provar e comprar mais de 500 rótulos diferentes com descontos de até 70%.

”O evento é uma plataforma importante para a cultura do vinho no país. No Brasil ainda existe certa resistência para a bebida no verão e nosso objetivo é mostrar que seu consumo, como ocorre na Europa, Caribe, África do Sul e Oceania, é perfeitamente adequado na praia, e em todas as estações do ano.” , diz Zoraida Lobato, uma das idealizadoras do evento.

Durante o dia, palestras com o jornalista Eduardo Viotti vão ajudar o visitante a descobrir mais sobre o mundo do vinho e assim, fazer as compras mais certeiras. O Wine Summer também contará com Espaço Kids e estacionamento conveniado com o Riviera Shopping Center.

Os ingressos podem ser adquiridos no local ou antecipadamente no Ingresso Rápido

7ª Edição Wine Summer

16 e 17 de fevereiro (sexta e sábado)
Espaço Riviera, Shopping Riviera, Bertioga, SP
Das 16h às 23h.
Ingressos a partir de R$ 30,00
https://www.ingressorapido.com.br/venda/?id=3917#!/tickets

.

Rio de Janeiro/RJ

Ano Novo Chinês 2018 (ANO DO CACHORRO) e Semana da Cultura Chinesa no Rio

A programação é organizada pelo Consulado-Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro e Associações Culturais chinesas no estado, com o apoio da Fundação Cidade das Artes e da Secretária de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro.

.

.

Um grupo formado por 20 artistas de Guiyang, da província de Guizhou, no sudoeste da China, participará do evento com apresentações especiais inéditas no Brasil.

Em 2018, a cidade do Rio de Janeiro será palco da segunda edição de comemoração do Ano Novo Chinês (Ano do Cachorro) e da Semana da Cultura Chinesa no Rio. Após 2017 focar o centro (Lapa), a edição de 2018 será realizada logo após o Carnaval, dias 15 e 16 (16h às 22h), 17 (12h às 22h) e 25 de fevereiro (das 18h às 20h), na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

.

.

E como atração especial do evento, pela primeira vez no Brasil, haverá participação do Grupo Artístico Cultural de Guiyang, da província de Guizhou. Região com maior concentração de etnias chinesas, cerca de 48. E palco de grandes festivais culturais da China – mais de mil por ano.

É deste celeiro de artistas de Guiyang que a Cidade das Artes receberá este grupo, que mostrará pela primeira vez no Brasil a “Dança artística com tambores de madeiras”, considerada como um Patrimônio Cultural da China.   

A programação completa do Ano Novo Chinês 2018 (ANO DO CACHORRO) e da Semana da Cultura Chinesa no Rio estão nas redes sociais do evento: anonovochinario (facebook, twitter e instagram).

.

.

Guizhou

Localizado no sudoeste da China, esta província é adjacente a Sichuan e Chongqing ao norte, Yunnan ao oeste, Guangxi ao sul e Hunan a leste. É um lugar pitoresco com abundantes locais cênicos naturais e culturais. Muitas minorias étnicas chinesas vivem nesta terra há séculos. Os visitantes dessa área não só podem apreciar várias atrações, mas também descobrir os costumes e culturas populares ricas e distintas dos diferentes grupos étnicos.

Esta província é o lar de 48 grupos étnicos da China – segunda com maior concentração, após a província de Yunnan. Cada grupo étnico desenvolveu seus próprios costumes e culturas únicas, com hábitos de vida simples e originais, em moradias com estilos arquitetônicos exclusivos e vestimenta em trajes exóticos e coloridos. Mais de 1.000 festivais são celebrados por grupos étnicos a cada ano em Guizhou. Os festivais mais famosos incluem Sanyuesan Festival e Sister’s Meal Festival na primavera, Liuyueliu Festival no verão e Shui New Year Festival no outono.

.

.

Espetáculo do Grupo Artístico Cultural de Guiyang

O espetáculo é dividido em oito partes, com a seguinte divisão:

1)“Dança artística com tambores de madeiras” – Dança e performance acústico 

Performance inspirado na cultura étnica da província de Guizhou, a qual a ação de dançar ao som da batida do tambor é uma atividade de adoração à natureza e aos seus antepassados. É considerado como um patrimônio cultural da China. (Dança)

2) “Canto das folhas” – Performance acústico 

O assobio das folhas é muito praticado pelos jovens do grupo étnico Miao e é considerado como uma forma de transmitir amor e carinho mútuo. (Instrumentos musicais)

.

.

3) “Tingir o céu de vermelho” – Performance feminina 

Por meio da dança cultural étnica originária da província de Guizhou podemos perceber a grandeza da passagem da puberdade de uma bela menina para a maternidade. (Dança)

4) “Dança do sino” – Performance masculino 

É uma espécie de dança realizada pelos guerreiros do grupo étnico Yi da província de Guizhou para representar as técnicas praticadas nos rituais de sacrifício. (Dança)

5) “Você é como uma flor” – Canção em dueto

A canção de amor cantada pelos jovens do grupo étnico Miao é considerada uma forma de intensificar os sentimentos de amor, carinho e parceria entre eles, favorecendo o entendimento mútuo, a reunião e a conversação. (Canção)

.

.

6)  “Dança nacional” – Show interativo

Convida todos os presentes a participar de uma dança sob estilo da cultura minoritária étnica de Guizhou e a experiência de tocar o famoso instrumento de sopro da região. (Dança)

7) “Mulheres prateadas de Miao” – Performance feminina

Os bordados feitos pelas mulheres do grupo étnico Miao é considerado na China como um dos tesouros nacionais. Durante as comemorações do festival da Primavera na província de Guizhou, as mulheres desfilam com grandiosos vestidos tradicionais e junto a elas, os ornamentos feitos de prata originados da região do povo Miao. (Dança)

.

.

8) “Brinde” – Dueto de dança

Na grande festa da recepção de boas-vindas, em Guizhou, a cerimônia mais esperada pelo povo Miao é o momento em que todos os presentes fazem o brinde em  conjunto.  No ato da celebração é utilizado um chifre de boi para transformá-lo em uma taça de vinho para brindar todos os convidados e desejando-os paz e felicidade para todo o sempre. (Dança)

Programação

As várias atrações e horários serão divulgadas pelas redes sociais do evento: Facebook, twitter e Instagram: anonovochinario
É curtir, divulgar e aproveitar! Aberto a todas as idades.

Ano novo chinês

Desde 2017, a data é comemorada na cidade do Rio de Janeiro pelo Consulado-Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro e pelas Associações existentes no estado, em parceria inédita com a Secretária de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro/Fundação Cidade das Artes.

O Ano-novo chinês é uma comemoração adotada por diversas nações do Oriente que seguem um calendário tradicional distinto do Ocidental, o Calendário chinês. As diferenças entre os dois calendários fazem que a data de início de cada ano novo chinês caia a cada anoem uma data diferente do calendário ocidental. Os chineses relacionam cada novo ano a um dos doze animais que teriam atendido ao chamado de Buda para uma reunião. Apenas doze se Apresentaram. Buda em agradecimento os transformou nos signos da Astrologia chinesa. Os doze animais do Horóscopo chinês a que correspondem os anos chineses são celebrados de acordo com a ordem que teriam se apresentado a Buda na lenda: rato, búfalo/boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, cabra, macaco, galo, cão (cachorro) e o porco.

.

.

Ano do Cão (cachorro)
O Cão ( 戌 ) é um dos animais do ciclo de 12 anos que aparece no  Zodíaco da Astrologia chinesa e no Calendário chinês.

Atributos

Leal, confiável, compassivo, protetor e sempre pronto para ajudar. Fortemente defensivo no que diz respeito à família e amigos, não se segura quando vê pessoas sendo difamadas; mas, por vezes, a recusa em ouvir avisos quanto ao comportamento de crianças ou outros entes amados, pode levar a sérios problemas domésticos. Está sempre pronto a ouvir as queixas alheias e tem sempre um ombro pronto para que chorem nele. Suas raras demonstrações de ira são quase sempre justificadas, mas erros são rapidamente esquecidos e ressentimentos só são mantidos contra aqueles fora do círculo íntimo da família e dos amigos.

Cidade das Artes da China

Palco de grandes apresentações da China no Rio (que em 2017 foi a casa do RioChinaDayArtes, projeto inédito feito em função do Dia Nacional da China), a Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, receberá, pela primeira vez, as comemorações do Ano Novo Chinês e da Semana da Cultura Chinesa.

.

.

Serviço

ANO NOVO CHINÊS 2018 E SEMANA DA CULTURA CHINESA NO RIO
Data: FEVEREIRO DE 2018 – dias 15 e 16 (das 16h às 22h), 17 (12H às 22h) e 25 (das 18h às 20h), na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.
Local: Cidade das Artes – Avenida das Américas, 5300 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
Redes Sociais:  ANONOVOCHINARIO (Facebook e Instagram)

 

O cinema de John Akomfrah: Espectros da diáspora

De 14 de fevereiro a 5 de março de 2018, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro apresenta retrospectiva inédita dos filmes de John Akomfrah.

.

.

Celebrado cineasta, nascido em Gana, Akomfrah é pioneiro na abordagem de vanguarda sobre a diáspora africana. Sua obra é reconhecida por refletir sobre a luta contra a opressão racial e denunciar ramificações contemporâneas do colonialismo. A mostra incentiva o debate e traz ao país, pela primeira vez, o renomado historiador da arte T.J. Demos (Universidade da California), para uma aula magna, no CCBB. A curadoria é de Rodrigo Sombra e Lucas Murari.

A mostra apresenta 19 filmes, a maioria inédita no Brasil, entre ficções, documentários e videoinstalações. O programa traz um amplo painel sobre a disseminação das culturas de matriz africana no ocidente, traçando um percurso que cobre desde as raízes da escravidão, em trabalhos como Tropykos (2015), a obras de ficção científica de inspiração afro-futurista, como O último anjo da história (1995).

Destacam-se também filmes dedicados a figuras seminais da cultura negra, propondo diálogos imaginários com personagens históricos na luta política antirracista: Malcolm X, Martin Luther King e Stuart Hall. Longe de serem documentários convencionais, esses filmes tomam o relato biográfico como premissa para um salto na experimentação formal, na busca por uma linguagem própria apta a abordar as tensões inerentes à subjetividade diaspórica.

.

.

SERVIÇO
Mostra retrospectiva
O CINEMA DE JOHN AKOMFRAH
Curadoria: Rodrigo Sombra e Lucas Murari
De 14 de fevereiro a 5 de março de 2018
Quarta a segunda, das 9h às 21h
Local: CCBB RJ – Cinema I
End.: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro
Distribuição de senhas com uma hora de antecedência na bilheteria do CCBB
Espaço sujeito a lotação
Gratuito
Tel.: (21) 3808-2000
Programação completa: http://mostraakomfrah.com.br/
Classificação etária: conferir a programação

 

.

.

.

Anúncios