Competição ‘cata-lata’ Red Bull pela Europa

Com dois times e ‘coringa’, Brasil anuncia universitários para competição inusitada de graça pela Europa. Team Braza (MG), Team Rosie (SE) e Felipe Machado (RS) precisam encarar desafio de viajar sete dias pelo Velho Continente sem dinheiro no bolso.

.

.
Já imaginou os perrengues de andar por 30km, durante três dias, no meio do mato com pouca comida, quase sem dinheiro e uma barraca pequena? Ou ficar perdido no meio do nada, na Ásia? E que tal curtir o Carnaval em outro Estado com apenas R$ 50 para custear transporte, hospedagem e alimentação? Essas experiências reais foram contadas e vividas por jovens brasileiros, mas não chegam nem perto da maior aventura da vida deles. Após votação online, dois grupos e um ‘coringa’ foram escolhidos para representar o País em um desafio inusitado: o ‘Red Bull Can You Make it?’. Contra 200 equipes do mundo todo, eles precisam viajar sem dinheiro pela Europa, durante uma semana, completando desafios e usando apenas latas de Red Bull como única moeda de troca para se hospedar, comer e se divertir.

.

.

Um dos grupos escolhidos é o Team Braza, formado pelo estudante de engenharia mecânica João Henrique e pelos futuros publicitários José Rodrigues e Lucas Guerra, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Com experiência em ‘perrengues’, o trio fez uma grande produção e deu às caras em busca de votos. Um dos seus aliados foi o YoDa, jogador profissional de League of Legends e um dos mais respeitados gamers do País.

.

.

“Depois que ganhamos, já começamos a traçar rotas e até planejar a estratégia para conseguirmos trocar as latinhas pelo o que precisarmos. Precisamos ter lábia, organização, atitude para conversar com as pessoas, ousadia e alegria. Não podemos esquecer os nossos propósitos: curtir a experiência e ser feliz. Vamos mergulhar de cabeça”, comenta João Henrique, emendando uma revanche contra um país europeu já programada.

“Quando a gente chegar na Alemanha, queremos vingar o 7 a 1. Como somos mineiros, aconteceu dentro de ‘nossa casa’. Vamos achar alguma maneira de jogar contra os alemães para ganharmos deles. Ou outro desafio para vencermos eles (risos)”, completa o estudante.

.

.

O outro time brasileiro é formado por três mulheres, com discurso marcante de empoderamento feminino. O Team Rosie é composto pelas sergipanas Aline Nascimento, Fernanda Goulart e Yasmin Alves. Elas são estudantes de Publicidade e Propaganda da Universidade Tiradentes (Unit). O nome da equipe é uma homenagem à ‘Rosie, The Riverter’, ícone cultural dos Estados Unidos que representa a força das mulheres.

.

.

“Temos uma intuição feminina e não desistimos fácil. Precisamos provar que conseguimos o que sonhamos. Por sermos mulheres, nós sofremos com alguns obstáculos na sociedade. E vamos provar que podemos chegar longe e alcançarmos o que pretendemos. Nós até usamos o lenço vermelho na cabeça e temos o emblema tatuado em nossos braços. O lenço virou a nossa marca, e a assim representaremos ela”, afirma Fefa, apelido de Fernanda Goulart.

Para curtir a primeira experiência na Europa, o trio fez um cronograma de posts em mídias sociais em busca dos votos e contou com ajuda de todos os amigos e familiares. Diversos influenciadores do Nordeste do País ajudaram elas que, aliás, até mandaram mensagens para famosos compartilharem, como a cantora Anitta e o astro do futebol Neymar Jr.

.

.

Na competição, há ainda mais um brasileiro. O estudante de Design, Felipe Machado, do Rio Grande do Sul, é membro do ‘Clink Wildcard Team’, equipe formada por mais duas meninas: uma da Ucrânia e outra da Malásia. Como o trio é uma espécie de ‘coringa’, já prometem ousar bastante.

Em 2018, o ‘Red Bull Can You Make It?’ chega à terceira edição. Na ultima edição, só um time de brasileiros garantiu vaga para o evento. Os estudantes Rafael Soares, da UFPR, e Johann Waterkemper e Augusto Neubauer, da UFSC, formaram o time Rolling Bulls.

.

.

Nesta temporada, 200 times de estudantes, de 60 países diferentes, sairão das cidades de Madri (Espanha), Budapeste (Hungria), Manchester (Reino Unido), Estocolmo (Suécia) e Roma (Itália) e terão sete dias para cruzar 1000 quilômetros até a linha de chegada, que será a cidade de Amsterdã (Holanda). Durante todo o trajeto, os participantes não poderão usar nenhum dinheiro e terão apenas as latas de Red Bull para trocar por caronas, bebida, comida e abrigo.

.

A competição acontece de 10 a 17 de abril de 2018 e a lista completa com os times selecionados está em https://canyoumakeit.redbull.com/pt-br/teams/739/.

.


Dicas de Viagem:

Lembra que a gente falou desse concurso? Olha Aqui

Quer mais informações sobre a Europa? A gente fez um tour pelo continente bem aqui.

E fizemos um giro pela Inglaterra também.

E uma menção especial para Portugal.

.

.

.

Anúncios