Como vencer o jet lag com essas dicas simples

Fazer uma viagem muito longa e ficar com jet lag, há tempos não é mais uma coisa de para se gabar. Na realidade, é um sério problema moderno que pode afetar a vida das pessoas, atrapalhando tanto a vida pessoal, durante os passeios que poderiam ser feitos na viagem, quanto profissional, em uma reunião de negócios. Apesar de ser uma triste realidade da vida moderna para quem se locomove por longas distâncias, é possível aprender a lidar com isso sem depender de pílulas para dormir.

.

.

Para resolver o problema, uma palavra deve ser usada: dessincronização – esse é o termo médico para o jet lag. Isso significa que o seu ritmo circadiano – o relógio do seu corpo – está fora de sincronia. Seu corpo acha que ainda está em um fuso horário, mas está fisicamente em outro lugar. Então você pode ficar confuso, cansado e muito chateado.

A melhor maneira de vencer o jet lag é fornecer ao seu corpo, de maneira rápida e clara, as informações necessárias sobre o novo fuso horário. Em suma, seu corpo precisa de uma boa quantidade de sono e luz solar – mas, isso nos momentos certos. Mas, os cuidados para que você tenha disritmia circadiana não começam quando você pousa, mas, sim, antes de decolar, definindo seu relógio para o fuso horário de destino ao se preparar para a viagem. Confira outras seis dicas da AirHelp para aproveitar todos os momentos em seu novo destino.

Sincronize sua mente e seu corpo com o sol

sun GIF

Nossos ritmos circadianos evoluíram para estar ligados ao dia solar, o que significa que nosso relógio interno pode ser facilmente influenciado por quantidades e horários da luz do dia. Viajantes experientes sabem que voar para o leste através dos fusos horários é mais difícil do que ir para o oeste, porque viajar para o oriente encurta os dias enquanto para o ocidente os aumenta. Isso significa que seu ritmo circadiano precisa de mais para acompanhar.

Max Lugavere, jornalista e diretor do filme Bread Head, documentário que explora o impacto de nossas dietas e estilos de vida na saúde do cérebro, diz: “Nossos corpos e cérebros literalmente evoluíram para sincronizar com o sol. Quando chego a um destino, se há Sol, saio e olho para o céu sem óculos escuros – não diretamente ao sol, mas em direção ao céu, que mesmo em um dia nublado é mais brilhante do que qualquer iluminação interna. No dia seguinte, saio assim que acordo e faço a mesma coisa. A luz ajuda a ancorar todo o ciclo de 24 horas do corpo.”

Tome uma pequena quantidade de melatonina

rhyming leonardo dicaprio GIF

A melatonina é um hormônio que diz ao seu cérebro quando é hora de relaxar e ir dormir. Tomar uma pequena quantidade, entre três e cinco miligramas, 30 minutos antes de ir dormir, pode realmente ajudar o seu relógio biológico. Ingerir isso de manhã engana seu cérebro e acredita que você dormiu mais tempo. Mas tenha cuidado, diz Lugavere, porque “esse hormônio produzido naturalmente é facilmente suprimido pela luz brilhante, então tento minimizar minha exposição a telas muito iluminadas por pelo menos uma hora antes de dormir”. Desculpe, Homem-Aranha, mas não é possível ver seguidamente os filmes da Marvel no avião se você quiser ter um sono de qualidade.

Viajando para o leste? Luz da manhã e melatonina à noite para avançar o relógio biológico.

Viajando para o oeste? Luzes da tarde e melatonina de manhã para rebobinar o seu relógio biológico.

Hora certa das refeições

eat GIF

Comida de avião é divertida. Ele vem em um monte de pequenas embalagens, cada uma com seu pequeno quebra-cabeças para resolver. Também é espantosamente ruim para você, rica em carboidratos rápidos, óleos excessivamente processados e aditivos misteriosos que farão você se sentir mal. Muitos especialistas em jet lag nem tocam no prato.

No lugar disso, diz Lugavere, podemos evitar alguns alimentos para suavizar o impacto do jet lag. “Evito comer e ingerir cafeína durante voos longos (mas bebo muita água), até comer uma refeição grande e rápida (junto a uma xícara ou duas de café) na manhã seguinte à minha chegada (ou quando desembarcar, se chegar cedo). Um protocolo semelhante a este, desenvolvido por um cronobiologista do Argonne National Laboratory em Illinois, mostrou reduzir significativamente a ocorrência de jet lag”.

Tome um banho frio

disney backcountry GIF

Lugavere tem protocolos para todos os horários quando precisa reajustar o relógio do corpo. “Tomar um banho mais frio poderia, teoricamente, desencadear uma resposta hormonal semelhante ao que normalmente ocorre acordando – te ajudando a voltar aos trilhos. Eu faço isso regularmente e quando estou cansado, o frio faz meu cérebro parecer que está se ‘religando’”. À noite, Lugavere recomenda ligar o ar-condicionado e depois tomar um banho morno. “Ir para um local mais frio engana o corpo e o coloca em um estado mais sonolento”.

Planeje chegar ao seu destino à noite

taika waititi night GIF by What We Do In The Shadows

Uma ótima dica é comprar seus bilhetes de avião para garantir que você chegue ao seu destino à noite. Dessa forma, é mais provável que você adormeça rapidamente e acordará se sentindo descansado. Também é essencial definir seu relógio para o fuso horário de destino. Faça isso antes de decolar. Dessa forma, você fica mais preparado, conhecendo a rotina para os próximos meses de sua viagem.

Invista em tecnologia

déconnexion mobile téléphone iphone androïd addiction le monde GIF by Le Monde.fr

Aqui estão algumas dicas de tecnologia específicas que podem ajudar com o jet lag:

– Neuroon: A primeira máscara de sono inteligente do mundo.

– A máscara GloToSleep: Suavemente escurece a luz para ajudá-lo a adormecer.

– SeatGuru App. Permite que você evite assentos perto de cozinhas, banheiros e na parte de trás dos aviões, lugares que são mais incômodos.

Sobre a AirHelp

A AirHelp é a empresa líder mundial em remuneração de voos, ajudando os passageiros a entender seus direitos e obter compensação por voos atrasados, voos cancelados e casos de embarque recusado. Desde o lançamento em 2013, a AirHelp ajudou mais de sete milhões de pessoas a processar pedidos de compensação de companhias aéreas no valor de quase 800 milhões de euros em reembolso total. A AirHelp tem escritórios em todo o mundo, está disponível em 30 países, oferece suporte em 16 idiomas e emprega mais de 500 funcionários em todo o mundo.

.

.

.

Anúncios