Já ouviu falar sobre Pisco?

Pouco conhecida dos brasileiros, Pisco é uma bebida a base de uva muito tradicional no Chile, país onde concentram-se grandes produtores e apreciadores.

 

 

Quem já teve a oportunidade de visitar nosso vizinho andino, sabe como a bebida é popular e dá origem a uma série de drinks, saborosos e muito originais. Abaixo listamos 7 curiosidades sobre o Pisco chileno, que desperta paixões em boa parte da América Latina e combina com diversas ocasiões e momentos.

 

1. O Pisco chileno é produzido, exclusivamente, nos vales dos ríos Copiapó e Huasco, em Atacama; e nos vales de Elqui, Limarí e Choapa, em Coquimbo, na região norte do Chile. Qualquer outro destilado chileno produzido fora destas regiões não pode ser chamado de Pisco;

 

2. A denominação de origem chilena para a bebida é a mais antiga da América, desde 1931, e estabelece as regiões de procedência e características dos destilados que poderão ser identificadas como Pisco no país;

 

3. Considerado um patrimônio histórico, cultural e produtivo das regiões de Atacama e Coquimbo, esta espécie de aguardente – elaborada a partir da destilação do vinho – é a bebida com alto teor alcoólico mais consumida pelos chilenos;

 

4. Sua produção conta com 4 grandes fases: cultivo e colheita das uvas pisqueiras; vinificação para fins pisqueiros; destilação do vinho para a obtenção do pisco; e envase para o consumo;

 

5. Pode ser produzido em duas versões: Pisco Branco/Transparente – tem como principal característica não ter repousado, em nenhum momento, em barris de madeiras ativas, mantendo, desta forma, a transparência, e expressando as características de cada tipo de uva, de forma clara e pura; e Pisco Envelhecido – que após ser destilado, repousa por um tempo relativamente grande (cerca de 540 dias) em barris de madeiras nobres, de forma que os elementos presentes nas superfícies deles se combinem com os aromas primários da bebida, obtendo-se uma mescla harmônica;

 

6. Versátil, o Pisco permite a elaboração de diversos drinks, sendo o mais famoso deles, o Pisco Sour (com suco de limão, açúcar, gelo e angostura);

 

7. Dos 36 milhões de litros de Pisco produzidos no Chile anualmente, apenas 400 mil litros são exportados, cerca de 1,1%, a grande demanda por Pisco chileno vem do consumo interno.

 

Agradecimento: Ralcoh Comunicação

 

 

Anúncios